Quadrilha junina leva música, dança e alegria ao HRAN

Em função da pandemia, apresentação seguiu todos os protocolos sanitários e de distanciamento

35
Print Friendly, PDF & Email

Os profissionais de Saúde do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) puderam matar um pouco da saudade do arraiá junino. A quadrilha “Si Bobiá a Gente Pimba” fez uma apresentação na unidade, nesta segunda-feira (7), em homenagem aos guerreiros da saúde que ajudaram o DF a enfrentar o momento mais crítico da pandemia de Covid-19.

O local foi escolhido pelos próprios quadrilheiros, por ter sido referência no tratamento a pacientes contaminados pelo coronavírus. “É uma honra para nós estarmos aqui. No ano passado, a gente não pôde fazer o São João como gostaríamos. Este ano, com o avançar da vacina, podemos vir aqui homenagear aqueles que fizeram e estão fazendo a diferença no combate à covid”, afirma Claudeci Martins, coordenador da quadrilha.

“Muitos pacientes já estão internados há mais de um mês, então isso traz uma novidade para o local”Paulo Roberto da Silva, diretor do Hran

Em função dos protocolos sanitários e de distanciamento, os pacientes da unidade não puderam acompanhar a festança. Também foi vedado qualquer contato físico entre os servidores e os dançarinos, além do uso obrigatório de máscara de proteção e da higiene constante das mãos e demais objetos. O diretor do hospital, Paulo Roberto da Silva, disse que momentos como este também contribuem para a rotina hospitalar.

Publicidade

Acompanhe a apresentação no vídeo:

“É importante sim, dentro do ambiente hospitalar, que tanto os pacientes quantos os profissionais tenham essa questão da diversão, que tenham outras atividades dentro desta rotina para aliviar o peso. Muitos pacientes já estão internados há mais de um mês, então isso traz uma novidade para o local”, afirma.

Os servidores também receberam refeições típicas do período junino. Todas embaladas individualmente, para evitar-se um possível contágio pelo novo coronavírus.

Ruth Germana, servidora da gerência de enfermagem do Hran conta o que achou da iniciativa. “Para nós que somos da enfermagem e estamos enfrentando esta batalha, ter eventos como este faz com eu a gente se sinta mais acolhido, tanto pela sociedade quanto pelas pessoas que veem em nós a necessidade de ter um momento de descontração”, afirma.

Tradição

A quadrilha “Si Bobiá a Gente Pimba” é uma das mais tradicionais de Brasília e já faz apresentações há 29 anos. O grupo é conhecido internacionalmente e, além das apresentações juninas, também promove ações sociais, especialmente na pandemia.

FONTEAgência Brasília
Artigo anterior50 mil moradores devem se beneficiar com novas áreas de regularização
Próximo artigoConselho de Ética aprova perda de mandato da deputada Flordelis