Covid-19: MPDFT vistoria vacinação na UBS 1 do Guará

Força-tarefa segue com fiscalização das ações de combate à pandemia

70
Print Friendly, PDF & Email

Representantes da força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que fiscaliza as ações de combate à Covid-19 visitaram, na manhã desta sexta-feira, 4 de junho, a Unidade Básica de Saúde (UBS) nº 1 do Guará. O local é um ponto de vacinação estratégico, pois tem recebido, além das pessoas idosas, os pacientes com comorbidades que já estão aptos à imunização.

Na avaliação do coordenador da força-tarefa, procurador de Justiça José Eduardo Sabo, o atendimento prestado na UBS tem sido rápido e eficaz. E aproveitou a oportunidade para lembrar a população da importância da vacina: “Conclamamos todos a se vacinarem, inclusive aqueles que ainda precisam receber a segunda dose”, afirmou.

A força-tarefa continuará a fiscalizar todo o processo de vacinação, desde a organização das prioridades até a aplicação dos imunizantes. Na última quarta-feira, 2 de junho, foi expedida recomendação para que a Secretaria de Saúde (SES) dê início à vacinação das pessoas com deficiência permanente sem cadastro no Benefício de Prestação Continuada.

Publicidade

O procurador de Justiça destacou, ainda, a importância do início da vacinação de cobradores e motoristas. “São profissionais em linha de frente no contato com a população e que podem ser focos de transmissão do vírus. Temos que fazer o máximo possível para que essa doença não se alastre na velocidade em que ela, infelizmente, continua se alastrando”, declarou Sabo, que também celebrou o início da imunização para pessoas com doenças raras. A força-tarefa já havia cobrado a inclusão desses grupos no cronograma da SES.

Saiba mais

A força-tarefa do MPDFT é formada por membros que atuam nas áreas de saúde, patrimônio público, idoso, meio ambiente, infância e juventude, consumidor, direitos humanos e sistema prisional. Clique aqui e saiba mais sobre o trabalho do grupo.

FONTEMPDFT
Artigo anteriorEx-secretários de Saúde do DF são alvos de operação que apura fraudes em contratos de lavanderia
Próximo artigoDecisão de não punir Pazuello abre precedente perigoso, apontam senadores