Dignidade: Ibaneis entrega casa própria para 88 famílias

Além da entrega, governador autoriza construção de mais 420 moradias no Sol Nascente/Pôr do Sol. Empreeendimentos criam 680 empregos

29
Print Friendly, PDF & Email

Por Ana Luiza Vinhote

Das mãos do governador Ibaneis Rocha, Deusiane da Conceição, 40 anos, recebeu as chaves do seu apartamento na Quadra 700 do Sol Nascente/Pôr do Sol. Assim como ela, mais 87 pessoas conquistaram a casa própria nesta terça-feira (1º) pelo programa de moradia da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab-DF). O investimento para construir o empreendimento Parque do Sol foi de R$ 33,7 milhões.

“Eu, que vim do interior do Piauí, sei que para quem chega aqui, o primeiro sonho é ter a moradia. Temos trabalhado muito para garantir a casa própria das pessoas. Só existe tranquilidade quando se tem um teto para colocar a cabeça embaixo”Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal

“Eu, que vim do interior do Piauí, sei que para quem chega aqui, o primeiro sonho é ter a moradia”, lembrou o governador Ibaneis Rocha. “Temos trabalhado muito para garantir a casa própria das pessoas. Só existe tranquilidade quando se tem um teto para colocar a cabeça embaixo. Estamos acelerando a entrega de imóveis porque é a população mais carente que precisa disso, garantindo a geração de emprego também”, ressaltou.

Publicidade

O presidente da Codhab, Wellington Luiz, reforçou que mesmo na pandemia do novo coronavírus, os trabalhos não pararam. “O governo local está mostrando que, mesmo com toda essa situação, as ações do GDF não pararam, que as entregas para a população continuam”, salientou. O deputado distrital Fernando Fernandes pontuou que a entrega das moradias é sinônimo de desenvolvimento. “Estão dando dignidade e qualidade de vida para as pessoas da cidade. Este governo está trazendo uma nova cara para a cidade”, elogiou.

Confira o vídeo da cerimônia:

A deputada federal Celina Leão relembrou a importância da casa própria para as pessoas, principalmente para aqueles que moram de aluguel. “Quando se recebe a chave da sua casa, é o primeiro passo para sua verdadeira dignidade. Essa vitória que o governo local está entregando hoje”, disse. Também participaram do evento os secretários José Humberto (Governo), André Clemente (Economia), Gilvan Máximo (Ciência, Tecnologia e Inovação) e Severino Cajazeiras (Atendimento à Comunidade), além do administrador do Sol Nascente/Pôr do Sol, Cláudio Domingues.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília
O residencial foi construído seguindo os critérios de segurança e acessibilidade determinados pela companhia. Os apartamentos possuem 48 m² ou 60 m² | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Empreendimento

Em dezembro de 2019, foram entregues 132 apartamentos no empreendimento Parque do Sol. O residencial foi construído seguindo os critérios de segurança e acessibilidade determinados pela companhia. Os apartamentos possuem 48 m² ou 60 m², com dois ou três quartos, sala, cozinha e banheiro. Além das obras de habitação, há toda infraestrutura: água, esgoto, drenagem de águas pluviais, energia e iluminação pública.

Bastante emocionada, Deuseane agradeceu ao governo local por ajudá-la a conquistar a casa própria. “Foram anos de aluguel. Estou sentindo um pouco de cada coisa: ansiosa, feliz, grata”, comentou a auxiliar de limpeza. “Pensei que eu não ia conseguir, mas consegui. Já estou atrás de caixas para colocar minha mudança, que será o mais rápido possível”, contou ela, que vai morar com os cinco filhos.

A Codhab informa que os novos proprietários precisam procurar uma agência da NeoEnergia para solicitar a ligação da energia elétrica. A medida é uma exigência da empresa para vincular o CPF do proprietário à conta.

Mais moradia

Nesta terça (1º), o governador Ibaneis Rocha também assinou a ordem de serviço para construção do Residencial Horizonte, localizado na Quadra 105 do Sol Nascente/Pôr do Sol. Serão 420 apartamentos ao custo de R$ 50,8 milhões.

Renato Gonçalves, 31 anos, já imagina como será cada cantinho de sua casa própria. No caso dele, a espera para conquistar seu sonho foi de 13 anos. Há 6 anos morando de aluguel, em Taguatinga, ele não esconde a felicidade de investir em um imóvel que será seu. “Fui convocado em novembro do ano passado e no início de 2021 conheci como seria a estrutura do meu apartamento.”, lembra. “É uma sensação maravilhosa pagar por algo que será meu e que ficou dentro do meu orçamento”, comemora.

Renato também elogia a estrutura do prédio e a localização do empreendimento. “Apesar de ser um local novo, já está sendo estruturado. No prédio, teremos playground, salão de festa, vagas de estacionamento, bicicletário e praça, além de lojas comerciais”, comenta o futuro morador do Sol Nascente/Pôr do Sol.

Os apartamentos têm dois ou três quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço em um espaço de 56,69 a 68,36 metros quadrados. Cada beneficiado vai desembolsar de R$ 111 mil a R$ 126 mil por imóvel. “O objetivo é atender, principalmente, famílias carentes. Dessa forma, diminuímos cada vez mais o déficit habitacional da capital”, finalizou o presidente da Codhab, Wellington Luiz.

 

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorGDF vacinou mais de 118 mil pessoas de outros estados
Próximo artigoOrtopedia do Hospital de Santa Maria fez 406 atendimentos pediátricos