Servidores participam de doação de sangue no Maio Amarelo

Foram feitas 30 doações que vão ajudar na manutenção dos estoques do Hemocentro de Brasília

31
Print Friendly, PDF & Email

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) participou, nesta sexta-feira (28), de ação de doação de sangue da campanha Maio Amarelo, movimento que tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos em acidentes de trânsito. A ação é promovida pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

As doações são importantes, porque os estoques de sangue no Hemocentro são considerados muito baixos. Dos oito tipos de sangue, quatro estão em níveis críticos (O+, O-, B+ e A-)

Foram agendadas 15 doações para o período da manhã e 15 vagas para o turno da tarde, na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB). Para evitar aglomeração de pessoas, devido à pandemia de covid-19, os atendimentos na Fundação estão sendo feitos somente com horário marcado. As doações são importantes, porque os estoques de sangue no Hemocentro são considerados muito baixos. Dos oito tipos de sangue, quatro estão em níveis críticos (O+, O-, B+ e A-).

O secretário Valter Casimiro foi um dos primeiros a chegar e foi selecionado para a doação de plaquetas, parte do sangue que ajuda a controlar os sangramentos. O procedimento é indicado para quem fez doação de sangue nos últimos 12 meses e é feito processo de separação das plaquetas do sangue no momento da coleta. O sangue retorna ao organismo do doador após a captação das plaquetas em quantidade que equivale a oito doações tradicionais de sangue. A doação de plaqueta é importante para o tratamento de pacientes com câncer e em transplantes.

Publicidade

“A doação de sangue é um ato de amor ao próximo, sobretudo neste mês em que o DER realiza o Maio Amarelo com ações de valorização da vida no trânsito e respeito aos pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas”, disse o secretário Valter Casimiro.

O diretor-geral do DER/DF, Fauzi Nacfur Junior, também esteve no local e falou sobre a tradição dos servidores doarem sangue na campanha do Maio Amarelo. “O Maio Amarelo é o mês em que lembramos a importância de todos estarem atentos às leis de trânsito. E, como tradição, todo ano neste mês nós doamos sangue para ajudar também na recuperação daqueles que sofrerem acidentes de trânsito. Todos, unidos, podemos fazer muito mais pela paz no trânsito”, disse Fauzi Nacfur Júnior.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorData Nacional do Azerbaijão por Embaixador Elkhan Polukhov
Próximo artigoPacientes acamados já podem agendar vacina contra a gripe