Policiais militares do DF passam a ser atendidos, também, no Hospital Santa Marta de Taguatinga

Policiais militares eram atendidos apenas no Hospital Maria Auxiliadora no Gama, mas novo comandante promete atenção à saúde da corporação

282
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

O anúncio foi realizado pela comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Marcio Cavalcante de Vasconcelos (30/Abr), também publicada por meio da Circular n.º 9/2021. Segundo Vasconcelos,  o atendimento médico aos policiais militares do DF, também pode ser realizado no Hospital Santa Marta na Região Administrativa (RA) Taguatinga.

Publicidade

 

A novidade foi considerada um avanço, por parte dos policiais militares. Isso porque, antes, ainda que em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19), os PMs contavam com atendimento médico apenas por meio do convênio com o Hospital Maria Auxiliadora, situado na RA Gama.

Agradecimento

Política Distrital (PD), foi acionado por um oficial da PM, para agradecer a publicação da matéria intitulada ‘Policiais Militares do DF pedem mais unidades de saúde para atendimentos a pacientes com Covid-19’ (3/Abr) e falar sobre a novidade. Segundo o militar, que pediu reserva quanto a identidade, a reportagem foi importante para se dar um ‘start’ no processo de mudança na estrutura de atendimento médico aos policiais militares, com a posse do Cel Vasconcelos.

Ressignificado

Ainda de acordo com o oficial, sob comando de Cel Vasconcelos, a PMDF ganha uma ressignificação de prestígio do comando para com toda a corporação. Fala essa explicada na preocupação por parte do comandante-geral, para com as questões da saúde dos policiais militares.

“Esta conquista na saúde, pela vinculação do Hospital Santa Marta, marcará o comando do Cel Vasconcelos. Nossos Policiais estavam que estavam agonizam pela Covid-19 estão extremamente agradecidos e em total apoio ao nosso Cmt Geral, Cel Vasconcelos!”, disse.

Novas unidades

Porém, o oficial ponderou sobre a necessidade de mais unidades de saúde para atender o efetivo da PMDF.  “Nós somente tínhamos  o Hospital Maria Auxiliadora no Gama. Após sua intervenção que provocou o Metrópoles, etc aconteceu de ser reavivado o Santa Marta. Mas ainda é pouquíssimo à uma demanda de 63.000 Policiais ativos e inativos e seus dependentes.”, explicou.

Uma solução apresentada pelo militar é uma eventual reativação do Hospital Anchieta, também situado na RA Taguatinga.

Artigo anteriorMinistro do STF solicita dados sobre eventuais repasses do Fundo Partidário ao presidente do PTB
Próximo artigoGrupo prioritário pode se vacinar à noite a partir de segunda (3)