Tem home care em casa? É preciso informar para a companhia de energia

Consumidor precisa recadastrar dados na Neoenergia Distribuição Brasília para garantir a não interrupção dos serviços

30

Print Friendly, PDF & Email

Atenta à saúde dos seus clientes diante da pandemia da covid-19, a Neoenergia Distribuição Brasília reforça a importância do recadastramento de pessoas dependentes de home care em todo o Distrito Federal. Os clientes devem comprovar a necessidade à concessionária de energia elétrica para que tenham um tratamento diferenciado, principalmente da equipe do Centro de Operações, que controlam todo o fornecimento de energia da cidade.

Da mesma forma que hospitais e unidades de saúde, os clientes que utilizam aparelhos médicos ligados na energia elétrica têm prioridade no atendimento das equipes de prontidão. Quando, por exemplo, ocorre a interrupção no fornecimento de energia, as residências que possuem clientes que dependem desses equipamentos têm o restabelecimento priorizado.

Além disso, quando for necessário realizar um desligamento programado para manutenção ou melhoria da rede, clientes nessa situação receberão um aviso personalizado por carta, e-mail ou por outro canal de comunicação da empresa com seus clientes, com antecedência mínima de cinco dias úteis, informando a data e hora de interrupção.

Publicidade

Mas, para ter direito a esse atendimento diferenciado, é importante que o cliente informe sobre a condição especial e faça o cadastro da unidade consumidora em uma categoria especial.

Documentos necessários:

– RG e CPF do titular da conta contrato;

– RG e CPF do beneficiário, quando for o caso;

– Atestado subscrito por profissional médico, constando obrigatoriamente: número do CID, número do CRM e prazo de utilização dos equipamentos.

– Termo de compromisso assinado pelo consumidor ou por seu representante [PDF].

Observação: na inexistência do RG, o cliente poderá apresentar outro documento de identificação oficial com foto.

Quem tem direito?

Os clientes que utilizam/dependem de equipamentos de autonomia limitada, vitais à preservação da vida humana e que necessitam do fornecimento de energia elétrica para o seu pleno funcionamento.

Prazo?

A partir da entrega feita pelo cliente de toda a documentação solicitada, a concessionária avaliará o pedido e retornará com um posicionamento, em até 15 dias.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorGDF: Escola de Governo abre 3ª turma de educação a distância
Próximo artigoPor meio de pesquisa, GDF deve avaliar hábitos do brasilienses na pandemia