Secretaria de Saúde do DF recebem cem respiradores novos para reforçar o combate à covid-19

Equipamentos doados por empresas chinesas serão destinados a leitos de UTI a partir desta segunda (29)

27
Print Friendly, PDF & Email

Por Hédio Ferreira Junior e Ana Luiza Vinhote

Mais 100 respiradores mecânicos começam a funcionar nesta segunda-feira (29) para reforçar o tratamento de pacientes com covid-19. Os equipamentos doados por duas empresas chinesas chegaram neste sábado (27) e serão direcionados a leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da rede pública, onde há infectados com sintomas de alta complexidade.

“Essa doação demonstra mais uma vez a importância da cooperação, sobretudo em momento de pandemia, que vence barreiras geográficas”Renata Zuquim, chefe do Escritório de Assuntos Internacionais

A doação dos respiradores, inédita no DF, foi feita pelas empresas chinesas Beijing Bytedance Technology e Fundação Jack Ma e Alibaba. A intermediação foi feita pela secretaria de Saúde, pelo Escritório de Assuntos Internacionais e pelo Itamaraty. O material foi transportado do Aeroporto Internacional de Guarulhos até o de Brasília em voo de carga, já que as baterias de litium que fazem parte dos equipamentos não podem ser conduzidas em voos comerciais.

Publicidade

São 90 ventiladores pulmonares mecânicos, não-invasivos, com acessórios, da marca Resmed VPAP-ST de fabricação australiana. Eles serão distribuídos em hospitais do DF.  Os outros 10 são da marca Yuwell, de fabricação chinesa. Geralmente são usados por pacientes que já tiveram alta, mas que precisam continuar o tratamento em casa. Os equipamentos auxiliam na oxigenação do sangue dos internados em estado grave.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, ressaltou a importância dos respiradores para auxiliar no combate à covid-19. “Os equipamentos vão atender os pacientes que estão em estado grave. Agradecemos muito pela doação e integração dos órgãos locais e federais que ajudaram no processo de chegada dos materiais”, destaca.

A chefe do Escritório de Assuntos Internacionais do GDF, Renata Zuquim, agradeceu pelos equipamentos e pelo trabalho conjunto do governo local e do MRE. “Essa doação demonstra mais uma vez a importância da cooperação, sobretudo em momento de pandemia, que vence barreiras geográficas”, afirmou.

Saiba para onde os equipamentos serão destinados:

  • Hospital Materno Infantil (HMIB): 4
  • Superintendência da Região de Saúde Sul: 6
  • Superintendência da Região de Saúde Sudoeste: 15
  • Superintendência da Região de Saúde Leste: 6
  • Superintendência da Região de Saúde Oeste: 25
  • Superintendência da Região de Saúde Centro-Sul: 5
  • Superintendência da Região de Saúde Norte: 5
  • Superintendência da Região de Saúde Central: 10
  • Hospital de Base: 14
FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorUFMG desenvolve teste rápido para covid-19 que detecta variantes
Próximo artigoSaúde realiza mutirão de fisioterapia na Policlínica do Paranoá