Força-Tarefa vistoria cumprimento de toque de recolher por quase 13 mil comércios

Os locais de atuação foram definidos a partir do levantamento do DF Legal

51
Print Friendly, PDF & Email

A força-tarefa do Governo do Distrito Federal (GDF), sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), atuou na noite desta quarta-feira (10) na Operação Toque de Recolher, que suspende a circulação de pessoas – exceto situações permitidas como deslocamento para hospitais – no período de 22h às 5h. Não houve aplicação de multas por descumprimento do Decreto nº 41.874,. Os locais foram definidos a partir da orientação da DF Legal, baseadas em pontos com maior aglomeração.

12.847Vistorias a estabelecimentos comerciais em todo o DF

Representantes das forças de segurança – polícias Militar (PMDF) e Civil (PCDF), Departamento de Trânsito (Detran) e Corpo de Bombeiros (CBMDF) –, as secretarias DF Legal, de Mobilidade (Semob), de Agricultura (Seagri) e de Economia (Seec), além da Vigilância Sanitária, do Brasília Ambiental, DER e Procon participaram da ação.

Dezesseis equipes por turno – das 8h às 13h, 13h às 18h e entre 20h e 4h – formadas pela DF Legal e pela PMDF, realizaram 12.847 vistorias a estabelecimentos comerciais em todo o Distrito, atentos às novas regras e também fiscalizando proibições já previstas em decretos anteriores. Desse total, 431 foram abordados, 12 multados e 29 interditados por descumprirem a determinação de fechamento, decorrente dos decretos do GDF.

As aglomerações nas vias do Distrito Federal também tiveram destaque com a retirada de 165 ambulantes e 670 vistorias em quiosques, sendo que desses 46 foram abordados. A região com maior número de abordagens foi Ceilândia com 13% do total, seguido por Planaltina com 11% e a região que compreende Guará I e II, SCIA, Estrutural e SIA com 10% do total.

325Veículos abordados pela PM

A PMDF montou pontos de bloqueio em Samambaia, Park Way, Lago Sul, Planaltina e Estrutural. Ao final da operação, os policiais haviam abordado 325 veículos. Nenhuma intercorrência em relação ao Decreto foi registrada. Na Estrutural, um condutor parou antes do ponto de bloqueio. Sem habilitação e com veículo não licenciado, foram aplicadas medidas administrativas e o veículo foi removido ao depósito.

“Estamos orientando a população sobre a necessidade do respeito às medida estabelecidas. Até às 23h, verificamos muitas pessoas retornando às residências, mas após esse horário as ruas ficaram praticamente vazias. Chamamos atenção para os condutores não dirigirem sob efeito do álcool, o que é essencial para evitar acidentes principalmente neste período, por conta da alta demanda que os hospitais estão recebendo. Estaremos ainda mais atentos a essa questão a partir desta quinta-feira (11)”, ressalta o comandante do Policiamento de Trânsito da PMDF, coronel Edvã de Oliveira.

Os demais envolvidos permanecem executando ações a partir de planejamentos próprios, de acordo com a competência de cada um.

A PCDF fez rondas em diferentes regiões, por meio das delegacias de área. Os policiais abordaram 410 pessoas e 94 veículos.

Com 26 viaturas e 120 militares, o CBMDF realizou operações no Núcleo Bandeirante, Asa Sul, Recanto das Emas, São Sebastião, SOF Ceilândia, Águas Claras, Candangolândia, Taguatinga, Lago Norte, Gama, Asa Norte, Vila Planalto, Santa Maria, Planaltina, Riacho Fundo, Brasília, Sudoeste, Brazlândia, Samambaia e Taguatinga. Foi necessário fazer a orientação a um quiosque, no Núcleo Bandeirante. Não foi necessária intervenção policial.

O Detran, por sua vez, atuou em patrulhamentos com abordagens no Guará I, Guará II, Ceilândia e Santa Maria. Ao todo, foram 214 abordagens, 11 flagrantes de alcoolemia, 3 inabilitados e 7 condutores com a CNH vencida. Dez veículos removidos ao depósito. Em todas as abordagens, os condutores e passageiros são orientados sobre o horário de circulação.