Hospital de Ceilândia ativa mais 20 leitos de UTI

Rede conta agora com 272 leitos de terapia intensiva para atender pacientes com covid-19

52
Print Friendly, PDF & Email

A taxa de transmissibilidade do coronavírus no Distrito Federal chegou a 1,32 nesta quinta-feira (4). O ideal é que ela esteja abaixo de 1. Diante disso, no Distrito Federal o número de casos está em ascendência, bem como a taxa de ocupação dos leitos de UTI. A Secretaria de Saúde tem observado esse cenário e está ativando mais leitos para não desassistir à população. Nesta quinta, mais 20 leitos de UTI covid foram ativados no Hospital de Ceilândia (HC), antigo Hospital de Campanha de Ceilândia.

“Estamos num momento crítico da disseminação da doença. Precisamos que a população entenda a necessidade de manter as medidas sanitárias, priorizando as medidas restritivas. O número de leitos de suporte de ventilação mecânica para covid-19 utilizados no dia de hoje se assemelha ao período de junho de 2020”Petrus Sanchez, secretário adjunto de Assistência à Saúde

Com mais essa ativação, o DF chega a ofertar 272 leitos de UTI covid. Nos próximos dias, mais leitos serão abertos. A previsão é mobilizar 221 leitos até o final do mês, conforme o cronograma iniciado no dia 26 de fevereiro.

“Estamos num momento crítico da disseminação da doença. Precisamos que a população entenda a necessidade de manter as medidas sanitárias, priorizando as medidas restritivas. O número de leitos de suporte de ventilação mecânica para covid-19 utilizados no dia de hoje se assemelha ao período de junho de 2020”, explica o secretário adjunto de Assistência à Saúde, Petrus Sanchez.

Mobilização

No dia 25 de fevereiro, o DF contava com 170 leitos de UTI covid em operação e a taxa de ocupação chegou a 95%. No dia seguinte (26/2), foram ativados 16 leitos de UTI em três unidades. No sábado, 20 leitos passaram a atender este perfil no Hospital Regional da Asa Norte.

Na segunda-feira (1º/3), 30 leitos entraram em operação no DF. Na terça (2), mais 20 leitos no Hospital Regional do Gama e dez no Hospital Regional de Ceilândia. Na quarta, 16 leitos foram ativados no Hospital de Campanha da PM.

Ao todo, em sete dias, foram mobilizados 132 leitos de UTI covid. A taxa de ocupação, no final da tarde desta quinta-feira (4), estava em 94,26% com 14 leitos vagos. Nove dos 20 leitos do HC serão desbloqueados ainda hoje.