Detran-DF dá inicio a calendário de ações educativas para 2021

Detran realiza 100 blitze pelas ruas da cidade para prevenir acidentes. A primeira do ano foi nesta sexta (12)

50
Print Friendly, PDF & Email

Por Marlene Gomes

O Departamento de Trânsito (Detran) vai intensificar as ações de conscientização dos motoristas e condutores de veículos do Distrito Federal. O órgão prevê a realização de cerca de 100 blitze educativas ao longo de 2021, sempre com o foco em um tema específico. A primeira ação do ano foi para alertar que álcool e direção não combinam – com ênfase na mensagem de que uma decisão errada pode destruir muitas vidas.

A blitz foi na manhã desta sexta-feira (12), na pista localizada entre a Funarte e a Torre de TV. Cerca de 200 condutores foram abordados durante a ação. “Muitas vezes as pessoas consomem álcool em suas residências, mas , por algum motivo, precisam sair de casa e acabam esquecendo que não é permitido beber e dirigir. A questão não é receber uma multa, mas causar um acidente que pode destruir a vida do condutor, de entes queridos ou de outras pessoas”, explica o chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do Detran, Miguel Vedel.

Publicidade

Beber e dirigir é proibido por lei. O tema foi normatizado por meio da Lei nº 11.705, a Lei Seca. A multa é de R$ 2.934,00 para o condutor que for pego alcoolizado. De acordo com Vedel, é errado se pensar que os órgãos fiscalizadores atuam pela cidade visando a aplicação da multa. “Procuramos conscientizar os motoristas de que uma decisão errada pode destruir muitas vidas”, resume. As alternativas para quem está alcoolizado e precisa se locomover, segundo Vedel, são utilizar táxi, transporte por aplicativo, público ou mesmo um amigo.

Além de alertar os motoristas para a importância de não conduzirem um veículo quando consumirem bebidas alcoólicas, a equipe de educadores de trânsito do Detran advertiu ainda sobre outras situações que contribuem para a ocorrência de acidentes no DF, como o excesso de velocidade e o não uso do cinto de segurança.

Procuramos conscientizar os motoristas de que uma decisão errada pode destruir muitas vidasMiguel Vedel, chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do Detran

O uso do aparelho celular ao volante também foi enfatizado. Estudos apontam que, em um simples ato de escrever uma mensagem de texto no celular, o motorista tem 2,5 segundos de tempo de desatenção, percorrendo 42 metros de distância em uma velocidade de 60 km/h.

Durante a blitz, cerca de 200 condutores foram abordados. Eles receberam um kit educativo, contendo porta-copo, folders, adesivos e um quebra-cabeça com mensagens reforçando que “a educação é a melhor direção”.

Repercussão

Confira a opinião de quem foi parado pela blitz do Detran-DF:

É uma iniciativa muito boa. Tem que conscientizar mesmo para a gente nunca esquecer das regras no trânsito” – Mara Lúcia Helena Santos, 68 anos, aposentada.

“A blitz é importante. Muita gente dirige sem prestar muita atenção. Até já bateram no meu carro por distração” – Francisco George Rodrigues de Sousa, 23 anos, representante de Sistemas de TI.

“É uma ação relevante. Muitas vezes as pessoas não têm conhecimento da legislação de trânsito e essa é uma oportunidade para informar” – Verena Gueiros Serpa, 27 anos, servidora pública.

“É uma iniciativa importante para nos conscientizar a população” – Jorge Carvalho Furushu, 26 anos, estudante de Direito.

Artigo anteriorRecordista no país, DF contabiliza vacinação de 110 mil pessoas
Próximo artigoSecretaria de Saúde recebe 100 caixas térmicas para transporte de vacinas no DF