Ação de Carnaval: Secretaria de Justiça alerta a população do DF sobre o tema de Tráfico de Pessoas

23
Print Friendly, PDF & Email

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus) realizará ação, no dia 12 de fevereiro, véspera do carnaval, no período das 9h às 12h, na Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizada na BR-020, KM 37-DF, uma ação intitulada “Operação Carnaval” em parceria com a PRF.

O intuito da ação é sensibilizar a população do DF, procedendo a orientações e panfletagem de materiais e informativos a respeito do crime de tráfico de pessoas, considerando que apesar de pouco conhecido, é um crime que tornou-se mais frequente, sobretudo em épocas festivas, como o carnaval, em que há uma grande circulação de pessoas.

Dados

No crime de tráfico de pessoas, seres humanos são comercializados, escravizados, explorados e privados de suas vidas, ou seja, têm seus direitos violados. Um total de 63,2 mil vítimas de tráfico de pessoas foram detectadas em 106 países e territórios entre 2012 e 2014, de acordo com o relatório publicado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Ainda segundo a UNODC, no Brasil, em 2014, as autoridades brasileiras relataram 44 vítimas de tráfico, para fins de exploração sexual, 26 mulheres adultas e 18 crianças do sexo feminino. Em 2015, as autoridades relataram 101 vítimas traficadas para o mesmo fim, 51 mulheres adultas e 50 crianças do sexo feminino. Com o mesmo objetivo em 2016, as autoridades relataram 75 vítimas, 33 mulheres adultas e 42 crianças do sexo feminino.

“Considero esse tema importante, porque é preciso conscientizar a população sobre a gravidade desse tipo de crime e para isso é muito importante denunciar. Os canais de denúncia servem para reduzir e prevenir as ocorrências de tráfico humano no DF, diz a Secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

A iniciativa da Sejus, em parceria com a PRF, contou com a participação da Subsecretaria de Apoio a Vítimas de Violência (Subav) e da Gerência de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Apoio ao Migrante (Getpam).

Em caso de Tráfico de Pessoas, denuncie! Disque: 100 ou Ligue: 180