Aprovado projeto que institui política sobre a saúde emocional da mulher no campo

João Cardoso destacou que as mulheres que trabalham no campo “além dos compromissos laborais, têm ainda a responsabilidade de cuidar de suas famílias, muitas vezes sendo vítimas da incompreensão, da desvalorização e não menos da violência"

37


Print Friendly, PDF & Email

Em sessão extraordinária na tarde desta quinta-feira (10), a Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou o projeto de lei nº 972/2020, do deputado João Cardoso (Avante), que institui a política voltada à plenitude emocional da mulher no campo. O texto foi aprovado em segundo turno e redação final e segue agora à sanção do governador Ibaneis Rocha.

Pela proposta, compreende-se por plenitude emocional da mulher no campo o “desenvolvimento de ações que resultem no respeito ao seu trabalho, a sua capacidade produtiva, aos seus sentimentos, as suas potencialidades mentais e físicas, ao seu ofício profissional e familiar como produtora rural”.

O deputado João Cardoso destacou que a intenção da proposta é assegurar proteção emocional às mulheres que trabalham no campo, “que, além dos compromissos laborais, têm ainda a responsabilidade de cuidar de suas famílias, muitas vezes sendo vítimas da incompreensão, da desvalorização e não menos da violência, violência está que na maioria da vezes não é computada nas estatísticas oficiais”.

Publicidade