Afinal, qual a importância da tecnologia na área da saúde? Entenda!

78


Print Friendly, PDF & Email

Nos últimos anos a tecnologia tem renovado as esperanças de muita gente, especialmente de quem sofre com algum tipo de doença grave.

Podemos dizer que hoje é praticamente impossível pensarmos em qualidade de vida, por exemplo, sem levar em consideração a grande contribuição da tecnologia na saúde.

Isso porque tivemos inúmeros avanços que vão desde sistemas operacionais eficientes e seguros, equipamentos modernos, adoção de prontuários eletrônicos, avanços em engenharia e tecnologia biomédica, até itens como smartwatches.

Publicidade

Os smartwatches, assim como outros aparelhos que monitoram a saúde têm cada vez mais espaço no dia a dia das pessoas.

E se você quer entender melhor a importante contribuição que a tecnologia vem disponibilizando para a área da saúde nos últimos tempos, basta continuar com a leitura deste artigo até o final.

Vamos lá?

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

  • Afinal, qual a importância da tecnologia na saúde?
  • Quais são as principais inovações na área?
  • Big data / Telemedicina
  • Inteligência artificial
  • Computação em nuvem
  • Prontuário eletrônico
  • Uso de dispositivos móveis no atendimento
  • Conclusão

Afinal, qual a importância da tecnologia na saúde?

Como já foi falado no início do artigo, a tecnologia tem renovado as esperanças de muita gente, especialmente de quem sofre com algum tipo de doença grave. 

Trata-se de uma ferramenta essencial para saúde, pois atua em todas as vertentes do processo de cuidado ao paciente. 

Com essa ferramenta é possível melhorar, por exemplo, o diagnóstico, a terapêutica, a prevenção e proporcionar mais conforto ou redução dos processos dolorosos.

Alguns avanços são significativos como, por exemplo, o avanço em diagnóstico por imagem, que permite identificar patologias de maneira ágil e em estágio precoce, auxiliando o tratamento e aumentando as chances de cura.

A tecnologia também proporciona uma maior agilidade nos atendimentos, retorno financeiro, praticidade, confiabilidade e credibilidade.

Os equipamentos de ponta oferecem respostas eficazes e possibilitam os melhores tratamentos para a população. 

Além disso, os profissionais de saúde podem investir em pesquisas cada vez mais aprofundadas, o que representa um marco da era digital.

E para te ajudar a entender melhor porque a tecnologia é hoje tão importante para saúde, no próximo tópico iremos te mostrar quais foram as principais inovações na área e quais são os seus impactos. 

Conheça agora: 

Quais são as principais inovações na área?

Os impactos dos avanços tecnológicos nos consultórios médicos são bastante positivos e em volume considerável. 

Entre eles temos: 

Big data / Telemedicina

A Telemedicina se mostra hoje um caminho cada vez mais definitivo para muitas áreas e, para área da saúde não seria diferente. 

Agora com o envio de uma plataforma online, médicos e analistas laboratoriais têm a capacidade de emitir laudos à distância. 

O que permite que o paciente não precise ter que se deslocar entre cidades distantes para ter seus materiais examinados por um especialista.

Além disso, também por meio do big data, consultórios, hospitais, clínicas e demais estabelecimentos podem acessar a base de dados com mais rapidez e precisão. 

É totalmente possível, por exemplo, coletar informações que ajudam na tomada de decisões, contribuindo também para o melhor reconhecimento dos pacientes e usuários dos serviços.

Basicamente, a ferramenta acaba tendo um papel fundamental para a otimização de processos administrativos e médicos, já que os profissionais se baseiam em indicadores e informações estruturadas.

Podemos dizer que esta é uma solução eficiente em várias atividades do setor, como registros médicos, monitoramento e identificação de pacientes, prontuários eletrônicos, entre outras. 

Por meio dessa tecnologia, o sistema de saúde se torna capaz de personalizar os atendimentos e garantir altas taxas de satisfação.

Inteligência artificial

Podemos dizer que a medicina é uma das atividades humanas que mais têm se beneficiado da inteligência artificial. 

A acuracidade em diagnósticos, por exemplo, é uma das muitas aplicações resultantes da equação básica da IA, que consiste em big data + modelos de dados eficientes + computação em nuvem = máquinas inteligentes. 

 A IA já impacta as rotinas de trabalho dos profissionais de saúde de diversas maneiras sendo usada, por exemplo, para priorizar as filas de atendimento, ajudando os profissionais a identificar achados clínicos em exames, a selecionar melhores tratamentos, e a produzir alertas de casos que exigem atenção, prevendo demandas no uso de recursos (medicamentos, leitos, etc). 

Além disso, a Inteligência Artificial também é fundamental na medicina baseada em evidência, pois analisa montanhas de dados clínicos que humanos não conseguem processar.

Computação em nuvem

Segundo a maioria dos especialistas, a computação em nuvem é hoje uma das principais propostas da transformação digital, pois molda a maneira como as informações são armazenadas. 

Atualmente, temos ferramentas como o cloud que permitem que hospitais, clínicas e laboratórios virtualizem todos os dados, dispensando o uso de um servidor interno.

Com estas ferramentas, por exemplo, o gerenciamento torna-se mais fácil, pois tudo o que os gestores precisam está registrado digitalmente em um ambiente seguro e que também fornece mais agilidade à navegação dos colaboradores.

Prontuário eletrônico

O prontuário eletrônico é hoje também uma das principais inovações que tivemos na área da saúde. 

Isso porque por meio dele, por exemplo, médicos e demais profissionais têm acesso às informações completas de cada paciente, inclusive histórico de atendimentos anteriores. 

E isso, no final, permite que os profissionais possam promover uma consulta mais completa, com maior embasamento e individualidade.

Uso de dispositivos móveis no atendimento

Por último, mas não menos importante, damos agora destaque ao uso de dispositivos móveis no atendimento. 

Seguindo o mesmo conceito de ter acesso às diversas funcionalidades onde estiver, foi desenvolvida uma série de equipamentos clínicos que antes só podiam ser utilizados em clínicas e hospitais.

Entre os mais usados, estão os medidores de pressão arterial, de glicemia e de níveis de substâncias tóxicas no sangue. 

Tais funcionalidades podem ser realizadas por relógios Smartwatch. 

Alguns desses relógios podem, por exemplo, medir sua pressão sanguínea, o que é ideal para pessoas que praticam esportes, podendo avisar se estiver baixa ou alta.

Tais relógios também são programados para fazer a medição dos seus batimentos, indicando se está tudo bem com a sua saúde.

Assim como podem medir também sua oxigenação sanguínea indicando volumes elevados ou volumes baixos e, além disso, também calculam a qualidade do seu sono.

Conclusão

E aí? O que achou do artigo?  Gostou das dicas e informações?  

Como você pode perceber durante a leitura do artigo, com o desenvolvimento contínuo da tecnologia que tivemos na área médica, inúmeras vidas foram salvas e a qualidade geral de vida continua a melhorar com o tempo.

Por isso, hoje não há dúvidas de que a tecnologia terá um papel fundamental na qualidade e melhoria da nossa saúde.

Porém, não podemos nos esquecer sempre que há algo mais eficiente e importante que qualquer tecnologia na saúde: a prevenção.

Por isso, o recomendado é que você sempre mantenha os hábitos saudáveis como: praticar atividades físicas, se alimentar corretamente, cuidar da saúde mental, assim como sempre realizar um check-up periódico de saúde, mesmo não apresentando sintomas. 

Aproveite, curta e compartilhe a sua opinião conosco! 

Dúvidas, críticas ou elogios deixe nos comentários. 

Até a próxima!