Sindate cobra pagamento de insalubridade no HRC

Técnicos em Enfermagem, temporários, estão sem receber recurso

274
Print Friendly, PDF & Email

Na manhã desta terça-feira (1º/12), os diretores do Sindicato de Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF) Newton Batista e Moisés de Miranda estiveram no Hospital Regional da Ceilândia (HRC) para averiguar a falta de pagamento do adicional de insalubridade. O Sindicato foi chamado pelos profissionais que estão cumprindo o contrato temporário da Secretaria de Saúde.

O artigo 68 da lei nº 840/2011 prevê que os servidores que trabalham com habitualidade em locais insalubres ou em contato permanentes com substâncias tóxicas, radioativas ou com risco de vida devem fazer jus ao adicional sobre o vencimento do cargo ocupado.

Mediante muitas dúvidas dos técnicos, o diretor do Sindate Newton Batista explicou que é obrigação da Secretaria de Saúde realizar esse pagamento, mas até o presente momento não foi realizada a quitação. Visando o cumprimento da lei, o sindicato entrará com uma ação judicial onde solicitará o pagamento do adicional de insalubridade deste mês e dos meses retroativos.