Odilon Aires morre após cinco anos de batalha contra esclerose lateral amiotrófica

Um dos fundadores no DF do antigo PMDB, atual MDB, Aires foi eleito deputado distrital por três mandatos consecutivos nos anos de 1995 à 2006

833
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

O economista Odilon Aires Cavalcante, ex-deputado distrital, por três mandatos morreu, no sábado (3/Out), aos 69 anos. Internado desde 28 de setembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Lúcia, Aires perdeu a batalha para a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença degenerativa com a qual foi diagnosticado em 2015.

Um dos fundadores do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), atual MDB, no DF, além de ex-deputado distrital, por três mandatos, Aires também ocupou cargos de gestão no Governo do Distrito Federal. Falecimento esse que recebeu a manifestação de diversos entes políticos e governamentais no DF.

Governador do DF

Foi com enorme pesar que recebi a notícia no falecimento de Odilon Aires, meu companheiro de partido e um dos mais ativos líderes na luta pela emancipação política do Distrito Federal.

Odilon teve atuação destacada por onde passou, deixando seu nome marcado na história política de nossa capital.

Teve também presença marcante no MDB, ajudando a construir o partido no DF e como membro da Executiva Nacional, mantendo-se fiel até sua morte. Que Deus console seus familiares nesta hora tão difícil”

Ibaneis Rocha
Governador do Distrito Federal

PMDB-DF

CLDF

A Presidência da Câmara Legislativa do Distrito Federal lamenta o falecimento, neste sábado (3), do ex-deputado distrital e líder político Odilon Aires. Nascido na cidade de Ponte Alta do Bom Jesus, no estado de Goiás, hoje Tocantins, Odilon chegou a Brasília em 1975 e entrou para a política em 1979, no PMDB. Mais tarde, em 1985, conseguiu autorização para fundar a sede do partido na capital federal. “Odilon Aires é um exemplo para todos os parlamentares ativos na Câmara Legislativa, uma vez que foi eleito deputado distrital por três vezes. Destacou-se pela defesa do funcionalismo público, pela conquista da autonomia do Tribunal de Contas do DF e, em especial, por seu trabalho na regularização fundiária do Distrito Federal”, recorda o presidente Rafael Prudente (MDB). No GDF Odilon ocupou os cargos de administrador regional do Cruzeiro e secretário de Assuntos Fundiários. Em 2016, foi agraciado pela Câmara Legislativa com o Título de Cidadão Honorário de Brasília.

O velório de Odilon Aires será neste domingo (4) às 14h, na capela 5 do Campo da Esperança, e o sepultamento às 16h.

Rafael Prudente 
Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal 

ELA

Doença degenerativa do sistema nervoso, ELA acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das mais temidas enfermidades conhecidas. Atinge os músculos responsáveis pela mobilidade e pela respiração. O diagnóstico de ELA, em um passado recente, impunha um prognóstico reservado, com ausência de perspectivas terapêuticas.

Atualmente, os pacientes e seus familiares contam com a orientação, informação e assistência da ABrELA, que busca oferecer melhor qualidade de vida a quem sofre com a doença. A associação ajuda a divulgar informações técnico-científicas sobre o diagnóstico e tratamento da ELA., sendo um ponto de apoio também para os profissionais de saúde que se dedicam a essa área.