Estreia: Sua Vida Vale Muito Itinerante realiza cerca de 200 atendimentos em Ceilândia

80
Print Friendly, PDF & Email

O Programa Sua Vida Vale Muito Itinerante, promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), realizou 188 atendimentos no CEU das Artes da QNR 2 de Ceilândia, entre os dias 21 e 28 de agosto. Este foi o primeiro local a receber a ação, que atendeu a população com uma equipe de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, massoterapeutas e educadores físicos. Esta semana a ação continua na Ceilândia, mas em outro espaço. A Sejus estará de volta a esta Região Administrativa a partir da próxima quinta-feira (3/9) na Praça dos Direitos, na QNN13. Serão três dias de atendimentos: quinta, sexta e sábado.

“Durante a pandemia da Covid-19, os cuidados com a saúde devem ser redobrados. Por isso, decidimos levar para as Regiões Administrativas esses atendimentos e serviços que podem auxiliar a população, especialmente os idosos e seus familiares, a se protegerem desse vírus”, reforçou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, estão sendo adotados todos os protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias. Entre as medidas de segurança estão: a testagem prévia dos servidores, a desinfecção do local, o uso de máscaras e álcool em gel 70% e o distanciamento social.

Publicidade

Segunda fase

A ação itinerante é a segunda fase do Programa Sua Vida Vale Muito. A primeira foi a Hotelaria Solidária, que hospedou 300 idosos no Brasília Palace Hotel durante 90 dias, entre abril e julho. Nesse período, eles aprenderam a se proteger contra a Covid-19 e a importância de adquirir hábitos saudáveis no seu cotidiano.

Agora, além de acompanhá-los virtualmente por meio de grupos de WhatsApp, a Sejus pode oferecer em suas cidades serviços semelhantes aos que recebiam no hotel, contribuindo para volta à rotina desses idosos, que deixaram o hotel no dia 22 de julho.

FONTEAscom Sejus
Artigo anteriorSecretário afastado e outros 4 integrantes do alto escalão da  Saúde do DF são transferidos para Papuda
Próximo artigoCovid-19: país tem 121,3 mil mortes e 3,9 milhões de casos acumulados