Grávida, esposa de Eduardo Bolsonaro revela que ficou internada por quatro dias com Covid-19

278
Print Friendly, PDF & Email

Embora pareça ignorar gravidade da doença, nora do presidente Bolsonaro se torna quarto membro da família contaminado pelo coronavírus

Por Kleber Karpov

Esposa do deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), a psicóloga, Heloisa Bolsonaro, grávida de sete meses, revelou no domingo (9/Ago), por meio da rede Social Instagram, que ficou internada por quatro dias, com infecção por Covid-19.

Segundo, Heloisa Bolsonaro os primeiros sintomas iniciaram em 27 de julho. Inicialmente com falta de ar e febre, com o agravamento da saúde, houve a internação. Ocasião em que se constatou um comprometimento de 35%  da capacidade pulmonar.

Após os quatro dias de internação, Heloisa Bolsonaro recebeu alta e segue com medicações, injeções para evitar trombose placentária, uma vez que se encontra grávida.

Heloisa Bolsonaro revelou ainda, que Eduardo Bolsonaro também se sentiu mal e chegou a tomar hidroxicloroquina, medicamento sem comprovação científica de efetividade para curar a Covid-19. Isso, após a esposa ser diagnosticada com a infecção por coronavírus. Porém, três testes foram realizados e deram negativo.

Infecções na família

Além de Heloisa Bolsonaro, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também foi diagnosticada com o vírus no final de julho e, segue em isolamento.

A avó de Michelle Bolsonaro também foi contaminada pelo Covid-19, a teve a saúde agravada, a ponto de ter que ser entubada (14/Jul), e começou a se recuperar em 3 de agosto.

O próprio presidente, Jair Bolsonaro, também foi vítima do Covid-19 mas, se recuperou após três semanas de isolamento, ocasião em que despacho da residência oficial do Palácio da Alvorada.