Ricardo Tavares é exonerado da Secretaria de Saúde do DF

Médico sai do cargo de secretário adjunto de Assistência à Saúde e dá lugar a Olavo Medeiros Muller

857
Print Friendly, PDF & Email

O médico Ricardo Tavares Mendes (à esquerda na foto) foi exonerado do cargo de secretário adjunto de Assistência à Saúde do Distrito Federal. Quem assume o lugar dele é o também médico Olavo Medeiros Muller. A dança de cadeiras em meio à pandemia do novo coronavírus foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (10/7).

Tavares estava no cargo desde janeiro deste ano. Olavo foi coordenador-técnico de Gestão de Leitos da Secretaria de Saúde na gestão de Agnelo Queiroz (PT).

754 mortes

A troca ocorre no momento em que o Distrito Federal registrou 754 mortes por coronavírus. De acordo com informações da Secretaria de Saúde, das novas mortes, 8 vítimas residiam em Ceilândia – região administrativa com o maior número de infectados e de mortos. Plano Piloto e Samambaia registraram quatro falecimentos cada.

Os outros óbitos notificados nesta quinta-feira são moradores da Candangolândia, Paranoá, Recanto das Emas. SCIA-Estrutural e Sobradinho.

Também foi confirmada a morte de um paciente que residia em Santo Antônio do Descoberto (GO) e estava em tratamento na rede de saúde brasiliense. Considerando esses casos, a quantidade de óbitos chega a 823.

Nas últimas 24 horas, 1.363 pessoas receberam diagnóstico positivo de Covid-19. O número de infectados desde o início da pandemia é 65.677.

Confira:

Fonte: Metrópoles