Com febre, Bolsonaro, o presidente “atlético” faz novo exame de Covid-19

1097
Print Friendly, PDF & Email

Anúncio de possível infecção de presidente se torna même em redes sociais

Por Kleber Karpov

Após acordar indisposto, com febre e cansaço, o presidente Jair Bolsonaro recorreu ao Hospital das Forças Armadas (HFA), nesta segunda-feira (6/Jul), para realizar exames. Dentre esses, uma radiografia do pulmão e teste para detecção de infecção de Covid-19.

De acordo com nota publicada pela Secretaria Especial de Comunicação Social  (Secom) da Presidência da República deve ter os resultados dos exames, na terça-feira (7/Jul). “O presidente apresenta, nesse momento, bom estado de saúde e está em sua residência”, diz a nota.

Atlético?

Com discurso de ter porte atlético e ser impactado, no máximo com o sintoma de uma gripezinha. Em março,  após ter cerca de 23 membros da comitiva contaminados pelo Covid-19, e em meio a crises de tosse, Bolsonaro chegou a realizar exames, segundo Bolsonaro, negativos, mas que o presidente se negou a divulgar os resultados à população brasileira.

Divulgação essa, por pressão por parte da Justiça, uma vez que Bolsonaro, sempre fez questão de negar a nocividade do pandemia do coronavírus, evitar o uso de máscaras, além de participar de aglomerações, junto a manifestantes, defensores do governo.

Memes e espetadas

O anúncio de eventual contaminação de Bolsonaro, que sempre minimizou a pandemia, resultou na publicação de milhares de memes, nas redes sociais. Um destaque foi publicado pela deputada federal, Sâmia Bomfim (PSOL-SP), na rede social Twitter, em alusão a contaminação do chefe do Executivo, ao reproduzir uma mensagem gordofóbica, publicada por Eduardo Bolsonaro (SPL-RJ), na mesma rede, para atingir, no último mês, a deputada federal, Joice Hasselman (PSL-PR), quando acometida por Covid-19.

Enquanto isso

O Brasil contabilizou, nesta sexta-feira, 65,4 mil óbitos de pessoas vítimas do Covid-19, além de mais de 1,6 milhões de casos positivos para o coronavírus.