GDF multa ministro da Educação, Abraham Weintraub, por não usar máscara

O auto de infração obtido pela coluna Grande Angular diz que ministro foi flagrado na Esplanada dos Ministérios sem a proteção facial

88
Print Friendly, PDF & Email

O Governo do Distrito Federal (GDF) multou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, em R$ 2 mil por não usar máscara. Um decreto distrital proíbe circulação em locais públicos sem o adereço de proteção.

O auto de infração expedido nesse domingo (14/06) foi obtido pela coluna Grande Angular. O Ministério da Educação recebeu o documento oficialmente às 11h45 desta segunda-feira (15/06).

Segundo o auto de infração, Weintraub “foi flagrado em espaço, via ou logradouro público (Esplanada dos Ministérios) sem máscara de proteção (EPI) facial de uso obrigatório”.

O documento ressalta que a ação estava “em desacordo com o estabelecido no Decreto nº 40.648/2020 do Distrito Federal”.

Confira o auto de infração:

Reprodução

Embora haja a determinação para multar quem não usasse máscara nas ruas da capital do país, integrantes do GDF enxergam dificuldade grande em aplicar a penalidade para todos que desrespeitam o decreto. Em episódios recentes, quando a norma já estava em vigor, o próprio presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi visto várias vezes sem o acessório e não foi multado.

A situação mudou nesse domingo (14/06), com provocações de todas as partes, tanto de ativistas pró-Bolsonaro que chegaram a soltar fogos em direção ao Supremo Tribunal Federal (STF), quanto de membros do governo federal. O GDF, então, decidiu aplicar a multa aos desobedientes, exatamente contra Weintraub, ministro com posicionamento polêmico. É a terceira penalidade desta natureza desde que a medida entrou em vigor, no dia 18 de maio. Neste período, mais de 61 mil pessoas já foram abordadas pelo DF Legal.

Visita

Weintraub se encontrou, na manhã de domingo (14/06), com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em frente ao Ministério da Agricultura, na Esplanada dos Ministérios.

O grupo se reuniu onde estava, até sábado (13/06), no chamado “acampamento do agro”, desmontado pelo GDF, por violar as regras de isolamento social.

O objetivo do ministro era “prestar solidariedade” ao manifestantes. Durante a visita, Weintraub gravou vídeo com um dos manifestantes, Emerson Teixeira, que mantém um canal no YouTube.

“Ministro veio aqui dar uma força pra gente”, explica Teixeira. “Aqui estão os bravos patriotas, a polícia fechou o cerco aqui, ninguém consegue mais entrar na Esplanada”, diz ele, demonstrando indignação com o decreto do governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB), que proibiu manifestações na Esplanada por 24 horas neste domingo.

Ato de infração foi recebido pelo Ministério da Educação, às 11h45, desta segunda-feira (15/06).

Fonte: Metrópoles