Em nota, Toffoli reage a ataques de bolsonaristas ao Supremo

97
Print Friendly, PDF & Email

Segundo presidente do Supremo, o STF “jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça, seja velada, indireta ou direta e continuará cumprindo a sua missão.”

Por Kleber Karpov

Após atos de tentativa de intimidação e a ameaças aos membros do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da corte e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, publicou Nota em que o Supremo repudiou o que classificou de “ataque a todas as instituições democraticamente constituídas.”.

O STF apontou o financiamento ilegal, da atitude de um grupo de manifestantes bolsonaristas, após a publicação de decreto, pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), que fechou o trânsito de pessoas e veículos, neste domingo (14/Jun), na Esplanada dos Ministérios.

Confira na íntegra

Nota
Infelizmente, na noite de sábado, o Brasil vivenciou mais um ataque ao Supremo Tribunal Federal, que também simboliza um ataque a todas as instituições democraticamente constituídas.

Financiadas ilegalmente, essas atitudes têm sido reiteradas e estimuladas por uma minoria da população e por integrantes do próprio Estado, apesar da tentativa de diálogo que o Supremo Tribunal Federal tenta estabelecer com todos, Poderes, instituições e sociedade civil, em prol do progresso da nação brasileira.

O Supremo jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça, seja velada, indireta ou direta e continuará cumprindo a sua missão.

Guardião da Constituição, o Supremo Tribunal Federal repudia tais condutas e se socorrerá de todos os remédios, constitucional e legalmente postos, para sua defesa, de seus Ministros e da democracia brasileira.

Ministro Dias Toffoli
Presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça