Covid-19: Servidores da Saúde do DF serão testados a cada 15 dias

Cerca de 400 trabalhadores já foram testados no hospital

1233
Print Friendly, PDF & Email

Por Ana Paula Oliveira

Foi aprovado nessa terça-feira (05/05), o Projeto de Lei N° 1.157/2020, de autoria do deputado distrital Jorge Vianna (Podemos) e do presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente (MDB). A proposta é a de priorizar a realização de testes em massa do Covid-19 em profissionais da saúde sintomáticos e assintomáticos, que atuam nas redes pública e privada.

A matéria estabelece testagem prioritária também aos idosos, pessoas do grupo de risco, pessoas com doenças respiratórias, crônicas e baixa imunidade, além das pessoas com sintomas da doença.

Testes

De acordo com a Lei nº 6.554, de 23 de abril de 2020, que determina os procedimentos durante a pandemia de coronavírus, os profissionais de saúde passarão por testagem a cada 15 dias. Os trabalhadores do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) começaram a ser testados, nesta semana. Cerca de 400 trabalhadores já foram atendidos. O objetivo é garantir a proteção dos servidores e de pacientes contra a contaminação pelo Covid-19. No total, serão contabilizados 589 testes no hospital neste mês.

Agendamento

Para realizar o exame, o servidor assintomático e aqueles em contato com pacientes suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, devem agendar o teste por meio de formulário do Núcleo de Medicina do Trabalho (NSHMT). Um protocolo de identificação será gerado. A Medicina do Trabalho emitirá o resultado e enviará ao profissional.

Sindate-DF

A direção do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF), solicitou, via ofício, da Secretaria de Saúde (SES-DF) que a realização dos testes em servidores seja expandida para todas as unidades de saúde do DF. O objetivo da entidade é assegurar que os profissionais expostos ao vírus tenham segurança e celeridade nos resultados.