Servidores da Central de Regulação do DF são testados para a Covid-19

177
Print Friendly, PDF & Email

441 testes foram realizados no Parque de Apoio da Secretaria de Saúde. Todos negativos para a doença

Por Johnny Braga

Na linha de frente no combate ao novo coronavírus, os servidores da Central de Regulação da Secretaria de Saúde foram testados para a Covid-19 nesta terça-feira (5). Incluem esse grupo os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Central de Transplantes, que têm contato direto com pacientes. Ao todo, 800 pessoas serão testadas. Hoje, 441 testes foram realizados e todos apresentaram resultado negativo.

Publicidade

“É extremamente necessário testá-los pois eles lidam diariamente com pessoas que apresentam sintomas, com pacientes suspeitos, confirmados, ou assintomáticas. O teste é simples, rápido e por drive-thru obedecendo todas as normas de segurança”, observa o diretor do Complexo Regulador, Petrus Sanchez.

Segundo o diretor será aberta uma segunda etapa da testagem para os servidores que não puderam comparecer, seja por compromissos pessoais e por estarem em serviço. “Montamos um posto médico para acompanhar os possíveis casos positivos que apareçam para que possamos dar a assistência aos servidores”, diz Sanchez.

Família

O condutor socorrista do Samu Welinson Menezes avalia que a testagem ocorrida nesta terça-feira traz segurança para ele, aos colegas, e aos familiares quando retornarem para suas casas. “Embora estamos cercados de cuidados, usando equipamentos de proteção individual completos, gorro, capotes, máscaras, é importante fazer o teste para não levar a doença para quem mais amamos”, explica.

Para o diretor do Samu, Alexandre Garcia, a ação da Secretaria de Saúde serve para ter uma noção do quanto os servidores estão expostos. “O teste dará uma ideia epidemiológica quanto aos cuidados que devemos tomar em relação ao uso dos equipamentos de proteção individual e da higienização das mãos”, completa.

Fonte: Agência Saúde

Artigo anteriorSaúde do DF investe R$ 20 milhões em equipamentos de proteção individual
Próximo artigoHospital de Taguatinga deve ampliar capacidade de leitos voltados à Covid-19