Jorge Vianna fiscaliza central de material e checa a quantidade de EPIs armazenados da SES-DF

115
Print Friendly, PDF & Email

Por Evely Leão

Após fazer visitas nos postos de gasolina, na manhã desta segunda-feira (23/04), como membro da Comissão de Defesa do Consumidor, e fiscalizar os preços dos combustíveis nos postos, no período do tarde, o deputado Jorge Vianna (Podemos) conferiu os estoques de máscaras cirúrgicas, máscaras de face, aventais descartáveis e mascadas NPPF 2 S similares às N95, no almoxarifado central da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF).

O deputado, que também é presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), foi recebido pela equipe da Subsecretaria de Logística (SULOG) que mostrou o armazenamento dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Apesar de não terem grande quantidade estocada, a Sulog afirma que a Secretaria de Saúde vem sendo abastecida semanalmente e que os fornecedores fazem entregas periódicas.

A equipe relatou ainda a dificuldade com fornecedores, e que estão com licitação em curso para compra de mais EPIs. Além disso, a logística da SES está sendo licitada, a ideia, segundo os servidores, é que essa nova empresa faça o armazenamento, logística, conferência e entrega dos materiais, sendo uma força somada aos trabalhos da pasta, uma vez que a estrutura atual, tanto física quanto organizacional, não suporta. 

Questionamentos 

O parlamentar questionou da Subsecretaria de Logística de que forma estava sendo feita a dispensação do material para as unidades de saúde. A Subsecretária, Mariana Rodrigues informou que desde o início da pandemia a dispensa do material, em determinadas unidades de saúde, aumentaram cerca de 200% a mais, e que garante que o cálculo para cada unidade de saúde está de acordo com os protocolos estabelecidos, porém sempre tenta atender as necessidades, observando os critérios de casa unidade, bem como, a complexidade e capacidade de atendimento. 

Sobre as reclamações dos servidores que dizem receber apenas uma máscara por plantão, a equipe da Sulog afirmou que a distribuição fica a cargo da chefia, e que a orientação é a mesma para todos, e que o que pode está acontecendo é que a própria chefia deve está dispensando uma máscara por vez, mas que os servidores recebem a quantidade necessária para o plantão. 

Dados do estoque 

Confiram os estoques informados pela equipe com os valores aproximados:

  • 2.700 máscaras PFF2 S 
  • 170.697 máscaras cirúrgicas 
  • 67.689 aventais descartáveis 
  • 780 macacões impermeáveis 

Agradecimento

A equipe da SULOG é composta pela Subsecretaria  Mariana Rodrigues; pela Diretora Programação de Órtese e Prótese, Evelyn Heinzen; pelo Diretor de Programação de Medicamentos e Insumos, Pedro Cortes e pela Diretora de Logística, Manoela Leite, que agradeceram e elogiaram muito a iniciativa das entidades, instituições e colaboradores que a todo momento fazem doações, inclusive, as detentas da prisão feminina que fabricam em torno de 3 mil máscaras semanalmente. 

Fonte: Jorge Vianna