Homem morre ao se automedicar com cloroquina, para aquário, para curar covid-19

Norte-americano tomou medicamento para malária, que ainda está sendo testado por pesquisadores para conter a pandemia do novo coronavírus

633
Print Friendly, PDF & Email

Um norte-americano morreu, na cidade de Phoenix, no Arizona, após se automedicar com fosfato de cloroquina na tentativa de curar coronavírus (covid-19).

As informações foram publicadas pelo pela CNN, nesta terça-feira (24), com base em um comunicado do hospital Banner Health, onde o caso foi registrado.

O medicamento está sendo testando por pesquisadores para conter a pandemia do novo vírus e o presidente Donald Trump já defendeu o uso da substância em pacientes que testaram positivo para a doença.

Publicidade

O remédio, porém, é comumente usado para tratar malária, lúpus e artrite reumatoide. Porém, ainda não foi comprovado o uso seguro e eficiente contra o novo coronavírus.

Leia mais: Como diferenciar coronavírus, gripe e resfriado?

“Dada a incerteza em torno do COVID-19, entendemos que as pessoas estão tentando encontrar novas maneiras de prevenir ou tratar esse vírus”, disse em comunicado o diretor do Banner Health, Daniel Brooks. “Mas a automedicação não é a maneira de fazer isso.”

A mulher do paciente que morreu nos EUA também usou o remédio e está internada em estado grave.

Fonte: R7

Dado a matéria do R7 estar, ao que tudo indica incompleta visto que a fosfato de cloroquina se trata de um produto de aquário, não medicamentoso, conforme apontado por leitor de Política Distrital, recomendamos a leitura adicional de matéria do The Intercept que aborda profundamente o caso.

Veja em:

https://theintercept.com/2020/03/30/coronavirus-trump-cloroquina-americano-morre/

 

Artigo anteriorMulheres de áreas rurais produzem máscaras para superar a crise
Próximo artigoFilho do dono de filiada da Globo morre por Covid-19 mesmo com uso de cloroquina