Hospitais públicos terão novos tomógrafos e raios-X telecomandados

79
Print Friendly, PDF & Email

Secretaria de Saúde investiu R$ 13,5 milhões para adquirir equipamentos

Por Leandro Cipriano

Três tomógrafos e três raios-X telecomandados, de última geração, foram adquiridos pela Secretaria de Saúde, no valor total de R$ 13,5 milhões. Os aparelhos já começaram a ser instalados nos hospitais do Gama, Taguatinga, Paranoá, Asa Norte e Materno Infantil de Brasília. A previsão inicial é que os equipamentos estejam à disposição da população no início do segundo semestre deste ano, para ofertar mais exames.

A estimativa dos gestores é que os hospitais que receberem os tomógrafos aumentem a capacidade média dos serviços para até 400 atendimentos por mês. No caso dos raios-X telecomandados, podem ofertar até 100 atendimentos mensais. Esse último equipamento é diferente do convencional, pois trata exames específicos, com necessidade de preparos especiais na pré-realização, tendo alta definição das imagens.

“Há mais de 15 anos não se fazia investimento para esses aparelhos. Agora a população e os profissionais de saúde terão acesso a equipamentos de última geração e alta tecnologia. É um ganho de qualidade, tanto para a rede, quanto para os pacientes”, afirmou o secretário de Saúde, Francisco Araújo.

Segundo o gerente de Física Médica da Subsecretaria de Infraestrutura, Marcélio Ribeiro, por serem aparelhos modernos, com tecnologia mais avançada, será possível ampliar a oferta de exames, dando maior agilidade na aquisição das imagens e entregando resultados mais precisos e confiáveis.

“Estamos ampliando o parque tecnológico da Secretaria de Saúde, colocando mais tomógrafos e raios-X à disposição da população e modernizando a oferta de exames contrastados. O objetivo é aumentar a gama de exames disponíveis e diminuir a fila de espera”, afirmou o gerente.

Instalações

No momento, as instalações estão mais avançadas no Hospital Regional do Gama (HRG). No local, já foram feitas as adequações necessárias para receber o novo tomógrafo, que já está na unidade. Falta apenas finalizar a montagem e capacitar a equipe técnica na utilização do equipamento.

O Núcleo de Radiologia do HRG já possui um aparelho desse tipo. Com o reforço de outro mais moderno, a equipe formada por médico e técnicos de radiologia espera atender o maior número possível de pessoas, oferecendo novos tipos de exames.

“Esse é um equipamento superior ao que temos atualmente no hospital. Possibilitará a realização de angiotomografias, para visualizar as artérias e veias do corpo e diagnosticar problemas no sistema circulatório. Quando a equipe estiver capacitada, será um grande benefício”, comentou a chefe do Núcleo de Radiologia do Hospital do Gama, Tatiana Monteiro.

O processo de instalação também está a todo vapor no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O local tem passado por adequações para comportar o novo raio-X telecomandado. Ajustes na estrutura física, rede elétrica, lógica e de refrigeração estão sendo feitas em uma sala localizada no Núcleo de Radiologia, que receberá o equipamento.

O mesmo processo começou no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), que também receberá um raio-X telecomandado de última geração. O aparelho já chegou na unidade e aguarda, selado, em caixas, até começar a instalação. Da mesma forma, o Hospital da Região Leste (HRL, antigo hospital do Paranoá) receberá um tomógrafo nos próximos dias.

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) será a única unidade que receberá dois equipamentos: tomógrafo e raio-X telecomandado. Como é referência para o atendimento a pacientes com a Covid-19, a demanda da unidade tem aumentado exponencialmente. Devido à prioridade, a previsão é que aparelhos sejam instalados o quanto antes.

Fonte: Agência Saúde DF