Jorge Vianna questiona Conselho Regional de Farmácia sobre receita de produção caseira de álcool gel divulgada em redes sociais

163
Print Friendly, PDF & Email

Conselho classifica de ‘fake news’ receitas caseiras e alerta que apenas empresas registradas e homologadas pela Anvisa podem produzir álcool gel

Por Kleber Karpov

O deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), na condição de presidente da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa do DF (CLDF), questionou ao Conselho Regional de Farmácia do DF (CRF-DF), sobre receitas distribuídas em redes sociais para produção caseira de álcool gel.

No Ofício nº 8/2020, de 23 de março desse ano, o presidente da CESC solicitou parecer do CRF-DF quanto a eficácia de uma ‘receita caseira de álcool gel’, disseminada em redes sociais, como estratégia de aquisição do produto de forma mais barata e rápida, dado a escassez e o alto custo do produto nos estabelecimentos comerciais.

Na mesmo ofício, a CESC alerta para a importância de tal parecer, uma vez que usuários dessas redes sociais “pode colocar em risco a saúde da população do Distrito Federal, uma vez que o cidadão pode inferir está protegido com algo que, de fato, trata-se de um placebo.”.

Resposta do Conselho

Na mesma data, o CRF-DF informou que emitiu uma Nota Técnica, em que classifica esse tipo de publicação de ‘fake news’. O Conselho alerta que a produção de álcool gel, é produzida com fórmula padronizada e deve ser devidamente aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Isso por empresas devidamente registradas e autorizadas pela Anvisa.

“O CRF/DF alerta pela circulação de FAKE NEWS envolvendo a produção de Álcool Gel de maneira caseira, sem registro e sem embasamento científico. Álcool Gel é uma forma farmacêutica produzida com fórmula padronizada em Formulário Nacional, aprovada pela ANVISA, oriunda de empresas registradas e autorizadas pela Anvisa e demais órgãos competentes, e que necessitam farmacêutico Responsável Técnico pela          produção. Nesse sentido, o CRF/DF alerta a população para que não comprem Álcool Gel de procedência duvidosa, sem registro e de empresas que não tenham autorização de funcionamento na Anvisa e nem autorização no Conselho Regional de Farmácia.”

Cautela

Para o deputado Jorge Vianna, embora algumas postagens dessa natureza possam até ter boa intenção, por parte da pessoa que postou, é importante que as pessoas se conscientizem que podem produzir, de forma doméstica, produtos sem eficácia.

“Sei que estamos no meio de uma pandemia, do coronavírus, que há falta de álcool gel, no mercado, também que há empresas com práticas abusivas, mas o governo está atento a isso. Mas, as vezes as pessoas até boa intenção, em querer ajudar, mas podem até atrapalhar pois alguém que segue uma receita dessas e produz esse suposto álcool gel, pode achar que está desprotegida, e acabar se expondo, sofrendo acidente ou ter reação alérgica. Então, recomendo que não divulguem esse tipo de receita e as pessoas que vêm o vídeo, que não tente produzir em casa.”, alertou Vianna.

Fonte: Jorge Vianna