Técnico em Enfermagem é preso em flagrante por estupro de paciente em UTI no DF

O homem foi preso. Ele tem 49 anos, trabalhava em hospital de Ceilândia havia dois meses e não tinha antecedentes criminais

2099
Print Friendly, PDF & Email

Por Marielle Pinheiro

Um técnico em enfermagem de um hospital particular de Ceilândia foi preso na madrugada desta quarta-feira (18/03) por estupro de vulnerável. A paciente, de 47 anos, está em coma e internada na unidade de tratamento intensivo (UTI). A prisão em flagrante foi realizada por agentes da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia).

O suspeito é casado, tem 49 anos e trabalhava na unidade de saúde havia dois meses. Ele não tinha antecedentes criminais. O fato foi testemunhado por uma funcionária da limpeza e um enfermeiro. Quando os funcionários chegaram, o homem estava com o pênis ereto e a roupa suja de sangue. O técnico em enfermagem negou os fatos.

O suspeito foi conduzido à carceragem e, se condenado, pode pegar até 15 anos de prisão. De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, há suspeitas de que ele possa ter abusado de outra paciente — caso que ainda será investigado.

Ao Metrópoles, o Hospital das Clínicas informou que o funcionário é ligado a uma empresa que aluga o espaço da UTI. Acrescentou que, apesar do suposto crime ter ocorrido dentro do complexo de saúde, a responsabilidade pela gestão da unidade de tratamento intensivo é da locatária. A reportagem não conseguiu contato com a empresa.

Fonte: Metrópoles