Coronavírus: secretário de Economia exonera dois por retardar compra

864
Print Friendly, PDF & Email

André Clemente determinou a imediata exoneração dos cargos comissionados do secretário adjunto de Orçamento e de uma assessora especial

Por Isadora Teixeira | Colaborou Caio Barbieri

O secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, determinou, neste sábado (14/03), a imediata exoneração do secretário adjunto de Orçamento, José Agmar de Souza, e da assessora especial Cinthya Mota, por “retardamento injustificado” na liberação de recursos para compra de insumos que serão usados em operação de enfrentamento à pandemia de coronavírus.

O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) solicitou R$ 1 milhão para a aquisição emergencial de chips que vão detectar a presença do coronavírus em amostras do ar recolhidas em aviões que pousarem no DF procedentes do exterior. O material será utilizado em equipamentos que o CBMDF possui desde a época da Copa do Mundo de 2014.

Em ofício ao comandante do CBMDF, Lisandro Paixão dos Santos, Clemente disse que a liberação da verba “será prontamente atendida” pela Secretaria de Economia. A ação é justificada pela pandemia do novo coronavírus declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Decreto nº 40.475/2020, que estabelece situação de emergência no DF por 180 dias.

Na sexta-feira (13/03), a assessora especial Cinthya Mota expediu ofício no qual devolve o pedido para compra e orienta o comandante-geral do CBMDF sobre o passo a passo dos processos que tratam de ajustes orçamentários. Uma das etapas é a análise da demanda em, no mínimo, 10 dias pela Subsecretaria de Orçamento Público.

Além de determinar a imediata exoneração dos cargos comissionados e a liberação dos recursos, Clemente anulou o ofício. Os dois funcionários são analistas de orçamentos e finanças concursados.

O DF tem oito casos confirmados do novo coronavírus e 116 em investigação. Os números foram atualizados, na tarde deste sábado (14/03), pela Secretaria de Saúde do DF.

A coluna não conseguiu contato com os servidores. O espaço continua aberto.

Confira:

O secretário de Economia do DF, André Clemente, exonerou dois servidores por retardamento injustificado da compra de chips para o combate à pandemia de coronavírus.

Fonte: Metrópoles