Em assembleia, categoria delibera e aprova proposta do governo sobre a GATA

395


Print Friendly, PDF & Email

Durante Assembleia Geral Extraordinária realizada na manhã desta terça-feira (10/03), na Câmara Legislativa, a direção do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF) discutiu com servidores a proposta apresentada pelo Governo em parcelar a Gratificação de Atividade-Técnico Administrativa (GATA), que deveria ter ocorrido em 2015.

No decorrer da reunião, os dirigentes sindicais destacaram o histórico de lutas da entidade a partir de negociações lideradas pelo Sindate e pelo deputado distrital Jorge Vianna (Podemos), que por meio de ações, cobraram com intensidade do Executivo um posicionamento com relação à incorporação da última parcela da Gratificação. Nesta segunda-feira (09/03), o Sindate e o deputado se reuniram com o governador Ibaneis Rocha (MDB) e sua equipe, em que foi apresentada uma nova proposta verbal na intenção da aprovação pela categoria.

Diante da proposição apresentada pelo governo, a categoria deliberou e aprovou por maioria a incorporação do benefício em três etapas, com a condição do governo em garantir uma negociação permanente em outras pautas referentes aos auxiliares e técnicos em enfermagem. O texto proposto pelo governo propõe a incorporação da Gratificação em três etapas: 1º de abril; 28 de outubro e 1º de março de 2021.

Publicidade

O deputado distrital Jorge Vianna (Podemos) destacou que embora seja contra o parcelamento, irá votar no projeto de lei enviado pelo governo à Câmara Legislativa nesta quarta-feira (11/03) conforme deliberação tomada pela categoria. O parlamentar salientou a importância do debate com os distritais e antecipou que apresentará uma emenda com o objetivo de garantir o pagamento à vista da Gratificação e outra que visa garantir os retroativos devidos desde 2015.

Fonte: Sindate