A pedido de Leandro Grass, TCDF pede explicações sobre vazamento de chorume em Samambaia

63


Print Friendly, PDF & Email

A representação do deputado Leandro Grass (Rede) cobrando explicações do Serviço de Limpeza Urbana sobre o risco de desastre ecológico no Aterro Sanitário de Brasília (ASB) foi acolhida pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal nesta quinta-feira (27). No pedido, o deputado alerta sobre os riscos de vazamento existentes no Aterro, localizado em Samambaia, pelo fato de o armazenamento estar em sua capacidade máxima.

No documento, Grass relembra uma matéria publicada pelo portal Metrópoles, que faz esse alerta. “Além do lançamento dessa substância no meio ambiente, que já é uma catástrofe, ainda tem o prejuízo econômico ao DF. E a SLU e o consórcio que administra o aterro têm responsabilidades quanto ao vazamento e precisam contê-lo. Estamos e estaremos de olho em situações graves como esta. Isso não pode acontecer”, defendeu Leandro Grass.

No pedido, Leandro Grass ainda justifica que a administração do aterro usa recursos públicos, e o por isso requer a atuação do TCDF. Com o acolhimento da representação, o SLU terá cinco dias para prestar esclarecimentos sobre a situação.

Fonte: Ascom Leandro Grass