Em almoço Ibaneis faz balanço do governo ao PIB do DF

74


Print Friendly, PDF & Email

Discurso de Ibaneis Rocha no encontro de líderes empresariais nesta sexta-feira (13) levantou pontos, soluções e medidas adotadas pela atual gestão ao longo de 2019

Por Ian Ferraz

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, participou do último encontro do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) em 2019. O tradicional almoço ocorreu no Brasília Palace Hotel e reuniu autoridades e dirigentes de entidades ligadas ao setor empresarial, além de boa parte do secretariado e dirigentes de empresas públicas e parlamentares.

Fundado no Brasil em 2003 e presidido pelo empresário Paulo Octávio, o Lide é uma organização que reúne diversos setores com o objetivo de fortalecer a livre iniciativa do desenvolvimento econômico e social. Nesta sexta-feira (13), Ibaneis Rocha conversou com os presentes e fez um balanço do primeiro ano de governo.

“Quero deixar esse chamamento: acreditem na cidade. Quem não acreditar vai perder ponto, vai perder tempo e vai perder oportunidades. Está na hora de estudar os novos negócios, colocar na planilha os investimentos para os próximos anos para que a gente possa transformar essa cidade, gerando emprego e qualidade de vida”, discursou o governador.

Publicidade

Em um grande resumo, Ibaneis falou sobre a relação com os parlamentares, empresários e secretariado, comentou também as ações em todas as áreas de governo, fazendo um panorama das ações e projeções para 2020.

Veja abaixo a fala do governador sobre os tópicos abordados durante o Lide:

Parlamentares

Quero fazer um agradecimento muito especial à Câmara Legislativa do Distrito Federal, não só pelos projetos [aprovados] de ontem (quinta-feira, 12), mas pela parceria durante todo o ano, desde o primeiro projeto que encaminhamos que foi o da ampliação do Instituto de Gestão da Saúde (Iges-DF). Tivemos uma acessibilidade muito grande com todos os deputados e deputadas, independentemente de qualquer coloração partidária. Uma aceitação de que Brasília merecia mudar em alguns pontos e muitos deixando de lado compromissos ideológicos de muitos anos para apoiar o DF.

Agradecer de forma muito especial todos os deputados e deputadas federais e senadores, que de forma muito gentil colocaram à disposição todos os recursos das emendas parlamentares, sejam elas impositivas ou não, para que o governo alinhasse num projeto. E nós, através das nossas secretarias, colocamos [os recursos] aquilo que era possível onde realmente existiam projetos e cada um determinou dentro da sua área de atuação a aplicação desses recursos, o que certamente vai colocar Brasília em outro patamar a partir do próximo ano.

Secretariado

Agradecer meu secretariado porque sem equipe ninguém faz nada. Sem equipe não tem técnico que resolva o problema. Nossa equipe foi montada com aqueles que têm dedicação e carinho com a coisa pública. Nosso governo tem agilidade e tentativa na resolução de problemas. Isso só se faz com equipe dedicada e temos essa equipe dentro do governo e das empresas.

Saúde

Não estamos no ponto ideal, mas melhoramos muito. Hoje já existe uma perspectiva de quem precisa da saúde pública do DF de que vai receber atendimento. Ontem [quinta-feira, 12], com o apoio da Câmara Legislativa, aprovamos a construção de mais sete UPAs no DF, o que vai aumentar nossa capacidade de atendimento da população mais carente. Temos projetos para construção de dois hospitais, um materno infantil na Ceilândia e mais um hospital na região Centro-Sul, ali no Guará, que vai melhorar demasiadamente a capacidade de atendimento da população.

Educação

Na área da educação nós reformamos, com apoio dos empresários do DF, quase todas as escolas… Aquelas que eram possíveis de recuperar. Agora, vamos partir com os recursos que os deputados federais e senadores colocaram à nossa disposição para construir novas escolas para atender exatamente a população que mais precisa e trazer esperança para a população do DF.

Segurança Pública

Hoje temos todas as delegacias do DF abertas 24h. Estamos em um grande projeto para reabastecer nossas forças não só do ponto de vista de equipamentos, mas vamos colocar agora em janeiro 1.500 policiais nas ruas. Fizemos inúmeras contratações na Polícia Civil e vamos recompor nosso efetivo para trazer mais segurança para a população do DF para que a gente possa fechar o ano de 2020 com os índices ainda menores na questão da criminalidade.

Infraestrutura

O Distrito Federal, a partir de um trabalho conjunto de todos os secretários da área, está com um projeto de modernização de toda a cidade. Começamos com a Secretaria de Obras juntamente do DER, Novacap e Secretaria de Desenvolvimento Econômico esse grande projeto.

Mas iniciamos pelo principal, que é cuidar da nossa cidade. Tapamos todos os buracos. Pode parecer pouco, mas está aí. Hoje Brasília tem o menor índice de buracos de todas as épocas. Estamos trabalhando para revitalizar todas as nossas vias, tesourinhas e pontes, fazendo um trabalho preventivo de cuidado com a cidade.

Infraestrutura e Mobilidade

A Secretaria de Mobilidade tem feito um belíssimo trabalho. Estamos juntos com a Novacap e o DER com um projeto para revitalizar todas as vias do DF e esperamos entregar esse projeto de revitalização até 2021.

Tínhamos projetos que estavam parados e que começam a sair dos tribunais, porque muitos estavam parados nos tribunais, e começam a sair das pranchetas, como é o caso dos viadutos que estão sendo realizados, como o do Sudoeste, que há duas semanas o Tribunal de Contas do DF liberou e agora está em fase de licitação.

O Noroeste que causou tanta tristeza para tantos empresários hoje se projeta para ser o bairro mais equilibrado tanto do ponto de vista ecológico quanto de infraestrutura. Ano que vem teremos a construção e licitação dos viadutos que vão integrar o Noroeste transformando-o naquilo que a população comprou e que só existia nos folhetos de vendas.

A W3, desde que eu retornei a Brasília depois da minha passagem pelo Piauí, se fala em revitalização. Todos sonhando com a W3 do passado, que era uma grande área do comércio e de encontro das famílias. A W3 hoje já é uma realidade, com as outras licitações em andamento, com parte da revitalização que também será feita no Setor Comercial. Essa é outra promessa que há muito tempo era feita e não víamos acontecer.

Iluminação

A cidade tem iluminação de LED em quase todos os locais. Agora, com a parceria que será implementada pelo presidente da CEB [Edison Garcia], pretendemos terminar o nosso mandato em 2022 com toda a cidade iluminada por LED.

Setor empresarial e economia

Temos muito a oferecer a todos os empresários que queiram vir investir no DF e a todos que aqui estão, podem acreditar na cidade. O projeto feito com o secretário André Clemente na área econômica talvez seja o de maior impacto na história do empresariado do DF. De todos os empresários, não só de pequeno ou de grande [porte].

O trabalho é sério e voltado para que o empresário se sinta seguro para investir no DF. Essas talvez sejam as grandes palavras do governo: segurança jurídica e credibilidade.

Turismo, Cultura e Esporte

Não se acreditava que Brasília poderia ter turismo e hoje já se coloca Brasília [no circuito]. Temos mostrado nossa cidade, nossas belezas e isso tem reflexo imediato no setor hoteleiro, na renda per capita e aumento da empregabilidade. Tivemos grandes eventos a partir do trabalho das secretarias de Esporte e Turismo, temos nossos ambientes cheios, espaços lotados exatamente pela força do nosso trabalho.

Ciência e Tecnologia

Temos compromisso com Secretaria de Ciência e Tecnologia e a Fundação de Apoio à Pesquisa de montar, junto com o Biotic, e fazer de Brasília a primeira cidade digital da América Latina. Vamos colocar para funcionar vários laboratórios de tecnologia, internet gratuita em todas as escolas. Vamos trazer Brasília para a digitalização, para o mundo virtual e tecnológico.

Desenvolvimento Urbano e Habitação

Muita inovação. Falo dele [Mateus Oliveira, secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação] juntamente do nosso presidente do Ibram [Edson Duarte], que tem feito com que as licenças ambientais, que era o terror para todo mundo, sejam feitas de forma rápida e com segurança para a população. E os inúmeros programas que foram feitos, para todos, como no caso da liberação dos alvarás em sete dias, atingem exatamente aqueles que mais precisam e têm menos recursos. E também incentiva o outro lado da prestação de serviço que é a contratação de arquitetos e engenheiros para que se responsabilizem pelos seus projetos.

Privatizações e parcerias público-privadas

Na área das privatizações poucos tiveram coragem de enfrentar. O Metrô está em fase final de análise de projetos. A CEB está caminhando a passos largos com promessa de estarmos com ela privatizada até abril. A Caesb passa por momento de reestruturação necessária… O projeto do VLT está muito bem encaminhado. A privatização dos estacionamentos vai nos ajudar muito a trazer mais mobilidade.

Tribunal de Contas do DF

Tem sido parceiro, orientador e nos ajudado nas mais diversas áreas. Ajudado mesmo. Conseguimos a liberação do túnel de Taguatinga que vai trazer vida nova para toda aquela população.

Centrad

Estamos fechando a proposta junto a Caixa Econômica Federal para apresentar aos órgãos de controle para que a gente possa ocupar aquela área e criar um novo polo de desenvolvimento para Brasília. Toda aquela área ao redor do Centrad pertence ao DF e pode se tornar uma das áreas de maior desenvolvimento dessa região.

Banco de Brasília

A mentalidade tem sido de transformar a cidade. Um grande exemplo que temos é o Banco de Brasília, que passou a acolher o empresariado dentro do banco. O banco cuida hoje dos servidores com as menores taxas de financiamento, no atendimento aos superendividados, mas passou a investir recursos na cidade. Estamos expandindo a credibilidade, chegando agora no Consórcio Brasil Central, assumindo parcerias em São Paulo e Rio de Janeiro.

Sistema S

São parceiros da cidade e entenderam a necessidade de Brasília unir governo e empresariado. O Sistema S, com a sua experiência, tem investido em projetos da cidade. Contem comigo, sou embaixador do Sistema S e estou aqui para lutar pela manutenção dos recursos pela forma digna que vocês trabalham e tenho certeza que isso vai reverter em muitos benefícios para a sociedade.