Osney Okumoto afirma que inundação no Hospital do Gama foi sabotagem

301


Print Friendly, PDF & Email

Osnei Okumoto disse que marcas de martelo foram encontradas por vistoria nas telhas quebradas da unidade

Por Caio Barbiere

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou nesta quarta-feira (11/12/2019) que o recente alagamento ocorrido no Hospital Regional do Gama (HRG) teria sido causado por sabotagem.

Durante encontro com jornalistas realizado na sede da secretaria, localizada no fim da Asa Norte, o número 1 da pasta disse que chegou a precisar “esconder e trancar” as escadas para conter o excesso de vandalismo registrado em unidades hospitalares.

“Percebemos que tem gente subindo nos telhados para quebrar as telhas de propósito. Tive conhecimento desse fato no Gama e no Hospital da Região Leste [Paranoá], porque eu estive lá. Estamos fazendo a manutenção predial e [operários] subiram para verificar o telhado. Foi então que viram marcas de martelo nas telhas quebradas”, revelou Okumoto.

Publicidade

Ainda segundo o secretário, a primeira providência foi esconder todas as escadas e trancá-las. “No caso do Hospital da Região Leste, [criminosos] subiram na sala de gesso e tiraram a telha de lá, para deixá-la sem proteção. Não foi destelhamento, porque apenas colocaram a telha em outro local.”

Okumoto se referia à recente inundação na unidade hospitalar que acabou ganhando repercussão nacional. As fortes chuvas de um sábado (23/11/2019) fizeram com que o teto da unidade cedesse. A água entrou pelos corredores do centro cirúrgico, inundando o local.

Não havia pacientes sendo operados no momento. Na oportunidade, a pasta informou que as calhas do hospital não suportaram a quantidade de água. O caso resultou em exonerações.

Fonte: Metrópoles