“Ele estava cumprindo a sua missão. Se essa missão não fossem bem cumprida, eu também não estaria aqui”, diz Bolsonaro

132


Print Friendly, PDF & Email

Declaração ocorre no mesmo dia em que Lula foi libertado da prisão, após mudança de entendimento pelo STF de cumprimento de pena com decisão em segunda instância

Por Kleber Karpov

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) participou, na manhã desta sexta-feira (8/Nov), da cerimônia de encerramento do curso de formação de novos policiais federais, realizada na Academia Nacional de Polícia, da Polícia Federal (PF), em Brasília. Na ocasião, Bolsonaro atribuiu ao ministro da Justiça, o ex-juiz, Sérgio Moro, ser alçado a condição de mandatário do país.

“Ele estava cumprindo a sua missão. Se essa missão não fosse bem cumprida, eu também não estaria aqui”, disse Bolsonaro, ao atribuir a Moro, o que acontece na atual conjuntura política do Brasil.

Publicidade

Ironicamente

A declaração de Bolsonaro ocorreu um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF)(7/Nov), decidir por 6 votos a 5, a acabar com as prisões julgadas em segunda instância, salvo em casos de prisões cautelares, o que resultou, no pedido, aceito pela Justiça, da libertação, nesta sexta-feira (8/Nov), do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).