Unidade Básica de Saúde 5 de Taguatinga estende atendimento para até as 22 horas

51


Print Friendly, PDF & Email

Em fase experimental, projeto deve ser levado à outras unidades do DF

Por Kleber Karpov

A secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), anunciou a extensão do horário de atendimento da Unidade Básica de Saúde (UBS) 5 de Taguatinga, ampliado para até as 22 horas. Em fase experimental, a iniciativa da SES-DF, pode ser estendida a outras unidades de saúde do DF.

Com a inovação, caso mantida, o DF adere esforço do Ministério da Saúde (MS) de ampliar a capacidade de atendimento, na Atenção Primária à Saúde (APS),  à população, com o programa Saúde na Hora. Tal iniciava deve ser revertida em incentivo financeiro para Unidades de Saúde da Família (USFs).

Posição essa ratificada pela secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio, uma vez que tal ampliação do horário de atendimento deve garantir maior acesso do cidadão aos serviços de saúde, em especial àqueles que não podem se dirigir às unidades durante o horário comercial.

Publicidade

“O programa Saúde na hora, com horário estendido de funcionamento nas unidades de saúde, está previsto na Portaria Ministerial nº 930 de 15 de maio de 2019. A proposta é abrir das 19h às 22h no DF para atender a quem trabalha o dia todo e precisa dar continuidade ao atendimento às suas doenças crônicas, a quem não pode faltar ao trabalho, ao esposo que quer acompanhar a mulher gestante nas consultas de pré-natal, às consultas de crescimento e desenvolvimento infantil e odontológicas”, explica Lucilene Florêncio.

Reação

Para o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), que preside a Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa do DF (CLDF), a decisão do governo é acertada, uma vez que a inciativa deve ajudar a desafogar a superlotação nas unidades de atendimento.

“É uma ótima iniciativa por parte da Secretaria de Saúde, pois a superlotação nas unidades de saúde é um problema grave que precisa ser combatido com ações concretas. E, estender o horário de atendimento, na atenção primária, vai garantir que a população tenha atendimento, nas unidades básicas de saúde, pois acredito que esse projeto deve ser ampliado em breve para todas as UBS do DF, e com isso, nós vamos desafogar as emergências dos hospitais.”.

Ainda segundo o deputado, a iniciativa é uma demonstração de respeito para com os usuários do Sistema Único de Saúde. “Essa iniciativa do governador e do secretário de saúde deixam claro a preocupação do governo para com os usuários da saúde pública do DF. Eles estão de parabéns.”, concluiu Vianna.

Com informações da SES-DF