SindEnfermeiro protocola no COREN denúncia sobre nomeações indevidas no HRG

242
Print Friendly, PDF & Email

O Sindicato dos Enfermeiros do Distrito Federal (SindEnfermeiro-DF) esteve na tarde da última segunda (22), no Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (COREN-DF) para formalizar denúncia a respeito de nomeações para cargos privativos de enfermeiros no Hospital Regional do Gama (HRG).

A presidente do SindEnfermeiro, Dayse Amarílio e o secretário-geral, Jorge Henrique formalizaram e protocolaram a denúncia no órgão, uma vez que o COREN é o responsável por fiscalizar o exercício da profissão, zelar pela qualidade dos serviços da enfermagem, pelo respeito ao código de ética e cumprimento da Lei do Exercício Profissional.

Jorge Henrique ressalta a série de atitudes que foram denunciadas ao COREN, e aponta, entre outras questões, a falta de diálogo da gestão quanto às decisões a serem tomadas. “Uma situação inadmissível é que a gestão do hospital cogitou, de forma arbitrária, a possibilidade de fechar a classificação de risco, que é feita pelos enfermeiros como forma de estabelecer o fluxo de atendimento dos pacientes dentro da instituição”.

De acordo com denúncias feitas por enfermeiros do Hospital Regional do Gama, além de ameaçar fechar a classificação de risco, gestores do HRG pretendem implementar um acolhimento que seria feito sem base nos protocolos estabelecidos, e que seria executado por outros profissionais que não possuem o mesmo treinamento que os enfermeiros têm.

COREN notificará HRG

Os representantes do SindEnfermeiro foram recebidos pelo presidente do COREN-DF, Marcos Wesley Feitosa, que se comprometeu em apurar as denúncias e tomar todas as medidas cabíveis. “A gerência de enfermagem do Hospital Regional do Gama será notificada e será solicitado imediatamente o afastamento de qualquer profissional que não seja enfermeiro e que exerça a função de direção, supervisão e orientação da equipe de enfermagem”,
ressaltou Marcos Wesley.

Relembre o caso

Depois de receber diversas denúncias, o SindEnfermeiro-DF esteve no último dia 30 de setembro no Hospital Regional do Gama, para apurar queixas contra gestores da instituição, que vão desde condições de trabalho e déficit de pessoal, até o mais grave, assédio moral generalizado contra todos os servidores, incluindo enfermeiros supervisores a assistenciais.

Segundo relatos dos enfermeiros, alguns gestores não se intimidam em usar frases como: “Todo enfermeiro é vagabundo!”, “Os enfermeiros ganharam uma inimiga”, “Por mim tirava todos”. Além de coagir e oprimir os profissionais sempre enfatizando sua influência com o governo e parlamentares.

Além do COREN-DF, o SindEnfermeiro protocolou denuncias no gabinete do Secretário de Saúde, na Diretoria de Enfermagem da SES, na Câmara Legislativa do DF, Conselho Distrital de Saúde. O sindicato também irá protocolar a denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT-DF).

Fonte: SindEnfermeiro-DF