Hospital de Santa Maria recebe nova Sala Vermelha no PS e internet gratuita

185


Print Friendly, PDF & Email

Espaço revitalizado teve o número de leitos ampliado de seis para oito

Por Leandro Cipriano

Os usuários da rede pública de saúde contam, agora, com melhorias no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). A unidade recebeu uma nova Sala Vermelha no Pronto-socorro, revitalizada e com mais leitos, além de acesso gratuito à internet por meio do programa Wi-Fi Social. As novidades foram apresentadas, nesta quinta-feira (17), em cerimônia com a presença do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Reformada em menos de 60 dias, a sala recebeu pintura, troca de toda a instalação de gases medicinais, camas e respiradores, ampliando de seis para oito o número de leitos. Os recursos para esta ações saíram do orçamento da Secretaria de Saúde e a condução do serviço foi do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF).

O espaço possui aparelhos de ar condicionado, computadores novos e mobiliários planejados. Além disso, foi criada uma sala de isolamento e um banheiro especial, que permite a entrada da equipe de enfermagem com pacientes em macas ou cadeiras de roda, facilitando o banho de quem está com a mobilidade reduzida.

Publicidade

Após visitar a nova Sala Vermelha, Ibaneis Rocha destacou o esforço de gestão para recuperar a estrutura da saúde pública do DF, a qual recebeu sem contratos de manutenção e com problemas estruturais graves. Agora, mais de 200 edificações da área vão passar por revitalizações, com a assinatura do contrato de manutenção predial de emergência.

“Neste curto espaço de tempo, de apenas dez meses, já reformamos as seis Unidades de Pronto Atendimento [UPA], estamos recompondo toda a Atenção Básica e cuidando dos nossos hospitais”, pontuou o governador. “As melhorias na Saúde do Distrito Federal serão constantes. O trabalho que temos feito na Saúde é sério, com inúmeras reuniões pela manhã, à tarde e à noite”, ressaltou.

Atendimento

A Sala Vermelha atende pacientes com complicações clínicas, como Acidente Vascular Cerebral (AVC), infarto, doenças respiratórias agudas, entre outros quadros graves. No local, os pacientes recebem assistência de dois médicos emergencistas, dois enfermeiros, seis técnicos de enfermagem, além de médicos residentes.

Presente à inauguração e representando o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio, lembrou que a entrega da Sala Vermelha no HRSM vem ao encontro das necessidades da população, em especial, no que se refere a mais leitos para pacientes em estado clínico grave.

“Com a parceria e a complementação que existe entre o Iges-DF e a Secretaria de Saúde, só quem ganha é a população, que tem atendimento certo, na hora certa e local certo”, comentou Florêncio.

Reforço

O diretor-presidente do Iges-DF, Francisco Araújo, ressaltou que as melhorias no HRSM não se resumem à revitalização da Sala Vermelha. “Aqui, nós colocamos mais de 900 pessoas para trabalhar, abrimos leitos, reformamos e estamos investindo R$ 1,5 milhão. Vamos fazer muito mais neste hospital”, completou.

A reforma da Sala Vermelha da Clínica Médica faz parte de um pacote de obras, lançado no início do mês de setembro, e que contemplou a reforma da cozinha do hospital. Ainda estão em manutenção o Bloco de Emergência e o Ambulatório.

As ações também incluem a preparação de um espaço para instalação de ressonância magnética, a primeira a entrar em funcionamento em toda a rede pública do DF, atualmente desprovida deste tipo de equipamento. Esses exames, hoje, são feitos na rede credenciada.

LEAN

Também presente ao evento, o secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Francisco Figueiredo, elogiou a entrega do espaço revitalizado da Sala Vermelha e informou que será implantado o projeto Lean no HRSM. A iniciativa, destinada a reduzir o tempo de internação, já apresentou resultados positivos no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), como a redução da superlotação e aumento no número de pessoas atendidas no Pronto-socorro.

“É um sucesso no Hospital de Taguatinga, onde aumentamos o número de internações de 19 mil para 23 mil no período que foi implantado, e vamos apoiar o projeto aqui também”, garantiu Figueiredo.

Wi-Fi Social

Ainda no HRSM, o governador Ibaneis Rocha e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo, anunciaram a criação de mais um ponto do programa Wi-Fi Social no DF. Desta vez, para os pacientes e funcionários do Hospital Regional de Santa Maria.

“O wi-fi gratuito é uma maneira de amenizar o sofrimento das pessoas que, muitas vezes, não têm dinheiro para comprar o pacote de dados e precisam mandar mensagens à família”, afirmou Gilvan Máximo.

Os usuários do HRSM terão à disposição 50 megabytes, com capacidade para cerca de 300 acessos simultâneos. Em fevereiro deste ano, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) lançou edital para fornecimento de internet gratuita em mais de 150 pontos do DF.

Fonte: Agência Saúde DF