Hospital de Samambaia recebe sessão solene da CLDF em comemoração aos 17 anos da unidade

74


Print Friendly, PDF & Email

Sessão solene foi uma iniciativa do deputado Jorge Vianna

Por Kleber Karpov

A Câmara Legislativa do DF (CLDF) realizou, na manhã desta terça-feira(24), sessão solene no Hospital Regional de Samambaia (HRSAM), em comemoração aos 17 anos do hospital. O evento foi presidido pelo deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), que homenageou autoridades, gestores e servidores presentes.

Na sessão solene, compuseram a mesa, o assessor Especial da Vice-Governadoria, Severino Dantas, o secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Osnei Okumoto, o diretor do HRSAM, Josenaldo da Silva Cruz, o administrador regional de Samambaia, William Lima da Silva, o superintendente da Regional Sudoeste, Luciano Moresco Agrizzi, o coordenador do SAMU da Região Sudoeste II, Março André Gonçalves, o presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF), João Cardoso da Silva, além da servidora do HRSAM, Joelene, o capitão Ferraz, do 1o Batalhão da Polícia Militar de Samambaia, o tenente Rogério Cardoso do 37o Grupamento do Corpo de Bombeiros de Samambaia.

Na ocasião, Vianna observou que embora muitos questionem, o que se comemorar, a sessão solene era oportunidade de celebrar a amizade, o trabalho de todos e, principalmente, o ato de salvar vidas naquela unidade de saúde, apesar dos problemas enfrentados por servidores e usuários do HRSAM.

Publicidade

O deputado lembrou também a história do HRSAM, inicialmente uma unidade particular, estatizada na gestão do ex-governador, Joaquim Roriz. Solução encontrada, há 17 anos, para atender à população de Samambaia que, atualmente, conta com cerca de 250 mil habitantes.

O deputado falou ainda, sobre a emenda disponibilizada à Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), no valor de R$ 400 mil, para a construção do bloco II do HRSAM. Local que deve receber também um estacionamento, segundo o parlamentar, “reivindicação há mais de 10 anos” dos profissionais de saúde, sempre vítimas de assaltos e até sequestros, por falta de área apropriada para se estacionar os veículos.

Osney Okumoto fez um panorama da atual gestão voltada a saúde pública do DF, apresentou números da unidade e também lembrou que o HRSAM se destaca na realização de cirurgia geral e de procedimentos obstétricos, além de ser uma referencia de cirurgias de pequenas e médias complexidade. “As cirurgias desde o início do ano foram 2.483 entre eletivas e emergenciais. Aí nós temos os destaques relativos ao total de guias de atendimento de emergências, aberto até agosto, de 34.159.”, quantificou.

João Cardoso resgatou a criação do Sindate-DF, ocasião em que Vianna, deu início a atividade sindical, descoberto no HRSAM. Isso após indicações de colegas de diversos setores, como uma pessoa que sempre atuou para ajudar a resolver os problemas dos colegas. “A partir daí, o nosso sindicato que tinha apenas 280 filiados à época aí, em potencializou [com a chegada de Vianna], e nós filiamos em um único dia, 176 servidores.”, explicou.

Após as falas, dos componentes da mesa, o parlamentar fez a entrega de moções de louvor aos servidores do HRSAM, pelos relevantes serviços prestados à população do DF.

Indicações políticas

Porém, antes de dar início a entrega o deputado aproveitou o momento para esclarecer que, embora surjam boatos de supostas imputações, ao deputado, de ser responsável por indicar pessoas para os quadros da SES-DF, posição essa refutada pelo parlamentar.

“Me imputam muita coisa, eu como parlamentar, tudo que acontece é o Jorge, mas fou deixar bem claro para vocês e ] vou começar a falar em todas as regionais que eu for. Primeiro não indiquei nenhum diretor de hospital, superintendente, primeiro ou segundo escalão na Secretaria de Saúde. Zero”, disse ao observar que essa postura o deixa livre para cobrar do governador, do vice-governador, e demais gestores da SES-DF, pois “assim eu fico mais a vontade para trabalhar.”, concluiu.

Confira a sessão na íntegra