Santo Antônio do Descoberto deve receber polo industrial com investimento estimado em R$ 90 milhões

178
Print Friendly, PDF & Email



Iniciativa deve gerar cerca de 3 mil empregos no município

Por Kleber Karpov

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, anunciou nesta quarta-feira (03/07), investimento  de R$ 90 milhões, na região do Entorno do Distrito Federal. A assinatura do Protocolo de Intenção para a instalação do Distrito Industrial Sete Curvas, no município de Santo Antônio do Descoberto, deve gerar cerca de 3 mil empregos na região.

O novo empreendimento deve ser construído em uma área de 99 hectares, às margens da rodovia BR-060, conhecido por sete curvas, por meio de investimento particular. O local deve receber infraestrutura, e um parque industrial, de empresas nos segmentos de logística, tecnologia, serviços e confecção, instalados em terrenos entre 50 e 500 mil metros quadrados.

Publicidade

“Não tem gesto maior de atendimento aos problemas sociais do que dar emprego ao cidadão. Oferecer oportunidade de ele ter carteira assinada, salário e a possibilidade de dar dignidade a sua família”, disse Caiado.

O governador lembrou ainda, que Santo Antônio do Descoberto deve entrar no eixo dos municípios a receber atenção especial do governo de Goiás, de modo a estimular a consolidação do desenvolvimento da região. Iniciativa que faz parte do plano de governo.

“Tenho o compromisso de lutar para combater as desigualdades regionais no Estado de Goiás. A cidade de Santo Antônio do Descoberto vê mais de 30 mil pessoas por dia se deslocando para Brasília, sem estrutura de transporte e saem de casa na madrugada”, apontou.

Na ocasião, o secretário de Indústria e Comércio do Estado de Goiás, Wilder Morais,  o município tem a terceira menor renda per capta do Estado, apesar de ser uma cidade com 70 mil habitantes.  “A região do Entorno de Brasília não tem sequer um terço do investimento de que precisa para crescer. É uma satisfação e alegria essa assinatura de protocolo para o Entorno. O governador sabe das necessidades e nossa Secretaria tem feito um grande esforço para levar emprego e renda para toda a região”, reforçou.

Comemoração

O diretor-presidente do grupo da J Fleury Assessoria e Consultoria Imobiliária, comemorou a iniciativa e lembra que a  região da BR-060 tem casos de sucesso, a exemplo do Outlet Premium Brasília, situado no muncípio de Luziânia. “Quero parabenizar as iniciativas que encontramos no âmbito da Secretaria de Indústria e Comércio do Estado. Uma proatividade que a gente não encontra em Estado nenhum, inclusive no Distrito Federal, de onde somos oriundos”, sublinhou Juliano Fleury, diretor-presidente

O prefeito de Santo Antônio do Descoberto, Adolpho Roberto Von Lorhman, por sua vez, classificou a BR-060 como um corredor de desenvolvimento, além de afirmar que a instalação do distrito industrial deve abrir um grande mercado consumidor e de potenciais clientes de Brasília.

“Isso vai propiciar desenvolvimento, e como disse o governador Ronaldo Caiado, justiça social, que é a geração de emprego e renda, promoção de trabalho e qualidade de vida para o Entorno.”, disse Von Lorhman.

Para o presidente da Federação das Indústrias de Goiás (FIEG), Sandro Mabel, a inicaitiva de Caiado é digna de elogios e deve dinimizar a atração de novos investimentos para a região, além de colcoar o sistema ‘S’ a disposição do grupo investidor. “No que depender de treinamento, pode nos acionar. Conte com a gente 100% e conte com o Governo de Goiás e o governador”, disse Mabel.

Expectativa

Com a assinatura do protocolo, o Governo de Goiás, apenas nos seis meses de gestão, passa a contar com 44 empresas com pretenções de se instalar em Goiás, o que cria uma expectativa de investimentos na ordem de R$ 2,3 bilhões, e geração de aproximadamente 25 mil empregos diretos e indiretos.

Tão logo as empresas estejam operando na capacidade idealizada pelos empresários, dee ocorrer um um incremento de R$ 400 milhões de reais anuais em ICMS e de R$ 8 bilhões no PIB do estado de Goias.

Com informações de Tribuna do Planalto