“Brasília estava muito descuidada”, afirma Ibaneis ao entregar viaduto da Galeria dos Estados

71
ponte eixao
ponte eixao


Print Friendly, PDF & Email

A entrega foi feita pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, acompanhado de secretários de governo e presidentes de entidades

Interrompido desde 6 de fevereiro de 2018 quando parte da estrutura cedeu, o viaduto da Galeria dos Estados foi liberado nesta terça-feira (4/6). A entrega foi feita pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, acompanhado de secretários de governo e presidentes de entidades. A obra beneficia diariamente 120 mil veículos que trafegam pelo Eixão. “A reinauguração desse viaduto é marco para que tenham cuidado com essa cidade”, disse o governador.

Ibaneis destacou que as pequenas obras e reparos são as que mais trazem benefícios para a população. Ele lembrou também que o desabamento do viaduto é resultado do “envelhecimento sem cuidados devidos” da capital.

A obra

Ibaneis Rocha assumiu o governo com 24% das obras concluídas. Para agilizar o andamento dos trabalhos, os profissionais trabalharam em dois turnos, com 138 operários. O Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF) e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) realizaram ensaios estruturais do viaduto no sábado (1º/6). Após 1h30 de testes, ficou constatado preliminarmente que a estrutura está em boas condições. A avaliação consistiu em monitorar o comportamento de veículos de grande capacidade de carga e viaduto por meio de sensores.

Publicidade

Atualmente, a obra está 90% concluída. Ao todo, ela custou R$ 12 milhões e a previsão é de que ela seja entregue na última semana de junho.

Vistoria

Com o objetivo de monitorar a situação de estruturas do DF, o governo local criou, em fevereiro, um Grupo Técnico para vistoriar os mais de 700 viadutos da capital e disseminar o que considera a melhor prevenção para evitar acidentes neste tipo de construção: a cultura da manutenção.

O time é formado por engenheiros e técnicos do governo e funciona em parceria com o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal (Codese-DF) e especialistas de entidades da sociedade civil. Durante o evento, Ibaneis Rocha cortou a fita de reinauguração da obra ao lado dos operários que trabalharam na obra.

Fonte: Agência Brasília