Governo Ibaneis destinará R$ 150 milhões para Vicente Pires

86


Print Friendly, PDF & Email

Verba vai ajudar a população na restruturação da cidade após as fortes chuvas

Por Lúcio Flávio e Eduardo Soares 

O governador Ibaneis Rocha vai destinar cerca de R$ 150 milhões para a realização de obras emergenciais em Vicente Pires, castigada com fortes chuvas na noite de ontem (02/05). O anúncio foi feito hoje (03/05), durante reunião com representantes de associações de moradores e comerciantes da região, além de integrantes de vários setores do governo. Como primeira medida será montado no local um gabinete de crise, de onde o secretário de Obras e Infraestrutura, Izídio Santos, irá despachar pelo menos duas vezes por semana.

No encontro, o chefe do Executivo explicou o motivo de não decretar estado de emergência diante da situação. Segundo Ibaneis, a decisão pode atrapalhar ações imediatas do GDF já que precisa de autorização da esfera federal. “Pode atrasar a urgência com que os trabalhos têm que ser feitos, obras que temos condição de fazer”, disse. “Estou reunindo todas as equipes do governo para que possamos fazer um trabalho emergencial. Os problemas são muitos e eles não chegarão ao fim se não fizermos esse trabalho de ação coordenada”, destacou Ibaneis.

Empresas
O governador também antecipou o lançamento de decreto unindo Terracap e o BRB para regularizar a situação dos comerciantes durante esse período de crise na cidade. A proposta, que deve ser publicada ainda na primeira quinzena de maio, vai garantir mais segurança jurídica, além de disponibilizar linhas de financiamento com baixos juros e carências maiores. “Assim os empresários vão poder atuar de forma firme, recuperando seus comércios, investindo novamente e ajudando na melhoria da cidade”, defendeu.

Publicidade

Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico até abril deste ano foram recebidas 1.082 solicitações de abertura de empresas em Vicente Pires. Deste total, 741 pedidos foram deferidos, sendo que 299 empresas já estão em atividade.

Segundo o secretário da Casa Civil, Eumar Novacki, a ideia é buscar, além dos R$ 150 milhões destinados apenas para Vicente Pires, outros R$ 500 milhões do orçamento do governo para investir em obras emergenciais da cidade. “Todos sabemos da situação crítica das contas públicas, mas a população não pode pagar esse preço. O governo vai fazer todo o esforço para cortar de áreas que podemos cortar para investir em ações emergenciais que fará toda diferença na vida da população”, reforçou.

O administrador de Vicente Pires, Daniel Sousa, elogiou a ação rápida do governo e sua equipe. “Saímos daqui extremamente felizes pelo gesto do governador em receber a comunidade com todo o seu staff, tomando decisões importantes”, comentou.

No entendimento do presidente da Associação de Moradores de Vicente Pires (Amovipe), Gilberto Camargo, “a reunião foi proveitosa para a nossa cidade porque o governo disponibilizou recursos e colocou sua equipe à disposição da comunidade.” Para ele, a resposta imediata do governador e sua equipe transmite confiança para a comunidade. “Um ponto interessante do governo Ibaneis é que, desde o primeiro momento, ele está presente, dizendo, trazendo soluções para os problemas da cidade. O que a gente vê é que o governo tem interesse e quer os resolver os problemas. Isso é o que a comunidade quer ouvir”, elogia.

Fonte: Agência Brasília