Jairo Bisol defende perfil técnico para o IGESDF em audiência na CLDF

262
Print Friendly, PDF & Email



Audiência Pública foi convocada para apresentação do relatório de gestão da Secretaria de Saúde referente ao terceiro quadrimestre de 2018

Durante audiência pública da Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle da Câmara Legislativa do DF (CLDF), na última quinta-feira, 11 de abril, o titular da 1º Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus), Jairo Bisol, defendeu a escolha de perfis técnicos para ocupar os cargos no Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges/DF), atualmente, responsável pela gestão do Hospital de Base, Hospital Regional de Santa Maria e das seis unidades de pronto atendimento (UPA) do DF.

“O Iges, como qualquer outro modelo, só vai funcionar se tiver um grupo técnico, comprometido e competente. Se os cargos forem ocupados por critérios políticos vai começar a ter um desmanche da experiência e corremos sérios riscos”, enfatizou Bisol. Ele adiantou que diante das informações de aparelhamento do Iges/DF, a 1ª Prosus vai investigar a situação.

Bisol também se mostrou preocupado com a possibilidade de mudança na gestão do Hospital da Criança. “O bom funcionamento da unidade está ligado à qualidade dos gestores, que idealizaram o modelo”, completou. Sobre a grande demanda de pacientes de outras localidades na rede do DF, ele defendeu a regionalização da saúde

Publicidade

A audiência pública, convocada para a apresentação do relatório de gestão da Secretaria de Saúde referente ao terceiro quadrimestre de 2018, contou com a participação de sindicalistas, conselheiros e profissionais de saúde.

Confira aqui o relatório.

Fonte: MPDFT