Comitê vai acelerar retirada da Saúde da situação de emergência decretada em janeiro

403


Print Friendly, PDF & Email

Grupo estratégico conta com com representantes do Iges-DF e da Secretaria de Saúde

Por Ailane Silva

Nesta segunda-feira (1), um Comitê de Gestão Estratégica foi criado para dar respostas imediatas aos problemas enfrentados pela população em toda a rede pública de saúde do Distrito Federal. A medida é mais uma ação desenhada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) com a Secretaria de Saúde do DF para articular soluções céleres e retirar a pasta prioritária da situação de emergência, decretada desde o dia 7 de janeiro deste ano pelo governador Ibaneis Rocha.

Setores estratégicos como logística, compras e processos, regulação e gestão de pessoas fazem parte do grupo. Esse gabinete terá como foco suprir itens elementares que colocaram a rede em colapso.”Temos que tomar decisões resolutivas e emergenciais. Os três níveis de saúde foram destruídos e fragilizados e nós estamos reconstruindo. Essa é uma estrutura grande, com recursos humanos e tem que funcionar bem para atender à população”, disse o diretor-presidente do Iges-DF, Francisco Araújo.

Segundo ele, é necessário garantir, pelo menos, a manutenção predial básica e abastecimento regular, que são os pontos cruciais. Além disso, os gestores farão ações para resgatar os laços com os servidores e reerguer toda a estrutura de serviços o mais rápido.  “Essas ações são para acontecer imediatamente. É fundamental que todos os processos tenham resultado, porque a população não aguenta mais esperar”, disse o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto.

Publicidade

O Comitê de Gestão vai acompanhar e avaliar as ações semanalmente e, assim, garantir as condições necessárias para que a saúde do DF saia da situação de emergência dentro do prazo de seis meses estabelecido pelo governador Ibaneis.

Participaram da reunião representantes do Iges-DF, como o diretor de Apoio Operacional, Manoel Pafiadache, e a chefe de Gabinete do Iges-DF, Carla Chaves. Da Secretaria de Saúde, estavam a subsecretária de Gestão de Pessoal, Silene Almeida, a subsecretária de Infraestrutura, Jeziane Cardoso, a subsecretária de Administração Geral, Soraia Lima, o subsecretário de Logística, Alexandre Lages, o superintendente da região Central, Luciano Gomes, a superintendente da região Sudoeste, Lucilene Florêncio, a superintendente da região Oeste, Alessandra Oliveira, e o chefe da Unidade de Regulação, Petrus Sanches.

Fonte: IgesDF