IGESDF inicia reforma na UPA Núcleo Bandeirante

227


Print Friendly, PDF & Email

Unidade vai receber manutenção e reposição de equipamentos e insumos

A força-tarefa para renovar completamente as unidades de pronto atendimento (UPAs) do Distrito Federal chegou ao Núcleo Bandeirante. Após passar a integrar o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF), a unidade é a segunda contemplada com investimentos para reverter a situação de sucateamento da saúde.

A lista de ações inclui desde medidas simples, como limpeza, até reformas estruturantes, bem como a entrega de equipamentos e o conserto dos que estavam parados. O montante do custo está em fase de levantamento.

“Estamos trabalhando de maneira incansável e, agora, reforçamos a determinação expressa do governador Ibaneis Rocha para acelerar a reforma estrutural das UPAs”, afirmou o diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo. Segundo ele, também faz parte das ações da equipe a manutenção e o reabastecimento, em tempo hábil, de todos os medicamentos e insumos. Além disso, o IGESDF está reestruturando a composição de recursos humanos.

Melhorias

Publicidade

Na UPA do Núcleo Bandeirante, uma das operações que estão sendo feitas é a adequação do sistema hidráulico, com troca de torneiras, vasos sanitários, assentos e chuveiros. O sistema elétrico, por sua vez, também passa por intervenções, com reparos em tomadas, interruptores e quadro, entre outros itens.

As próximas etapas incluem a limpeza dos equipamentos de ar-condicionado e a instalação de novos aparelhos do tipo inverter, que possuem maior economia de energia. Estão igualmente previstos serviços de marcenaria, serralheria e vidraçaria, além da instalação de um bebedouro; jardinagem e paisagismo e instalação de novos banners de identificação da UPA. Outra novidade é que os pacientes poderão contar com a reposição de enxovais e insumos.

Entre os equipamentos médicos que serão entregues, destacam-se bombas de infusão, aparelhos de pressão, ventilador pulmonar e eletrocardiógrafo. Diversos outros itens que se encontravam inativos receberão manutenção específica.

A equipe passou por treinamento para manuseio e utilização de cardioversor, aparelho destinado ao tratamento de arritmia. Ao longo do ano, serão elaborados outros treinamentos, contemplando a maior parte das tecnologias médicas disponíveis nessas unidades.

Força-tarefa

Sob gestão do IGESDF, seis unidades de pronto atendimento, o Hospital de Base e o Hospital Regional de Santa Maria,receberão investimentos para atender à população com dignidade.

Para a UPA de Ceilândia, a previsão inicial de investimentos é de R$ 380 mil em todas as áreas. Considerada a mais deteriorada, essa unidade será beneficiada com a revitalização da fachada e serviços de jardinagem. No interior, além da liberação de cinco banheiros que estavam interditados por falta de reparos, haverá instalação de bebedouros, revisão dos aparelhos de ar-condicionado e troca daqueles que não têm condições de conserto.

A estrutura já ganhou oito pontos de oxigênio e oito de ar comprimido para atender aos pacientes. Outras melhorias em andamento são a troca completa da manta do piso e a substituição das longarinas e de exaustores danificados.

Também estão sendo consertadas as janelas e portas, além de estarem sendo feitos reparos para eliminar vazamentos da caixa d’água.  Na parte elétrica, a equipe trabalha com conserto de tomadas e interruptores e instalação de lâmpadas de led.

Com informações do IGESDF

Fonte: Agência Brasília