Médicos realizam cirurgias, no HRAN, em ambiente insalubre

1140
Print Friendly, PDF & Email

Denúncia de cirurgião aponta que além do ar condicionado estar quebrado, insetos circulam frequentemente no centro cirúrgico

Por Kleber Karpov

Política Distrital (PD) recebeu denúncia de um medico cirurgião, sob sigilo de identidade, sobre a falta de manutenção do ar condicionado e presença de insetos, no centro cirúrgico do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). De acordo com o profissional de saúde, tais problemas podem colocar me risco, a vida dos pacientes.

Publicidade

Ao PD o cirurgião, afirma ter denunciado, ambos os problemas, à Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), há cerca de um mês. A Pasta na ocasião, estipulou um prazo de 20 dias para resolver o problema, porém, até o momento, as cirurgias permanecem a acontecer sem ar condicionado e os insetos continuam a circular pelo centro cirúrgico.

“Meses atrás denunciei a grande quantidade de insetos (que continua da mesma forma) e o não funcionamento do Ar condicionado do centro cirúrgico do HRAN. Infelizmente nós servidores mesmo depois da denuncia continuamos trabalhando em condições insalubres. No centro cirúrgico não á ventilação externa, e todas as salas contam com equipamentos que fazem com que o ambiente cirúrgico fique mais quente, sendo necessário o Ar condicionado. Em campo operatório usamos outra vestimenta por cima da roupa privativa o que faz com que fiquemos mais aquecidos do que o habitual.  Durante as cirurgias estamos pingando suor dentro do paciente devido a alta temperatura, já é de conhecimento das chefias, da Vigilância Sanitária (que deu um prazo de 20 dias para o problema ser resolvido e já venceu o prazo e nada foi feito) e não estamos mais aguentando o calor dentro do setor.”, afirmou o cirurgião.

Desmaio

Ainda de acordo com o cirurgião, o excesso da temperatura no local, também compromete a saúde dos próprios médicos. “Estamos trabalhando literalmente dentro de um forno onde muitos tem se sentido mal, desmaiado, com crises hipertensivas.”, disse.

A outra parte

Questionada sobre o assunto, por meio da Assessoria de Comunicação, a SES-DF reconheceu que o ar condicionado central do HRAN “está com problemas há, aproximadamente, seis meses. No entanto, há processo regular de licitação tramitando para modernização e aquisição de equipamento novo.”.

Ainda de acordo com a Pasta, a “Subsecretaria de Infraestrutura da SES já propôs algumas ações, que já estão em curso, para solucionar o problema até que o processo de licitação seja finalizado.”.

Em relação a presença dos insetos no centro cirúrgico, a SES-DF esclareceu que “a dedetização e a desratização estão em dia, tendo as últimas ocorridas em fevereiro deste ano.”.

Leave your vote

Artigo anteriorGovernador do DF exonera diretor do Hran
Próximo artigoAgentes de saúde podem ajudar na prevenção da violência contra mulher