Governo quer alterações no modelo do Instituto Hospital de Base do DF

2525
Print Friendly, PDF & Email

Ibaneis quer alterar administração do instituto para ampliar transparência e eficiência dos serviços. Seis UPAs e o Hospital de Santa Maria vão entrar no novo modelo

Nos próximos dias, o governador Ibaneis Rocha deve encaminhar à Câmara Legislativa um pacote de medidas econômicas para ampliar a transparência nos gastos públicos. Entre elas está a alteração no modelo de gestão do Instituto Hospital de Base.

“Vamos manter o modelo com alterações. Por várias vezes, questionei o formato. Falta transparência, principalmente, nas compras e nas contratações. Hoje, o modelo de licitação é desconhecido por todas as empresas”, justificou Ibaneis.O governador disse que atualmente não há critérios muito definidos para as contratações.

“Escutei do presidente do Instituto que a licitação do Instituto Renal, que será construído na frente da Emergência, ele achou por bem colocar 20 dias, mas que as outras o padrão era 10 dias. Isto não pode acontecer. Você não pode surpreender nem o empresário nem a população”, afirmou. Para ele, a gestão precisa ser “verticalizada” com critérios e regras que sirvam de exemplo para outras unidades.

“Vamos propor um modelo para uma gestão estratégicas da saúde. De imediato, vamos entregar seis UPAs e o hospital de Santa Maria para a administração deles. Porque essa é a maneira de darmos respostas rápidas a sociedade”, sentenciou.

Publicidade

Fonte: Agência Brasília