TCB pode ser privatizada ou, até mesmo, utilizada para transporte de estudantes de escolas públicas

369


Print Friendly, PDF & Email

Governador pode rever viabilidade de manutenção de empresa pública, caso dê prejuízo aos cofres públicos

Por Kleber Karpov

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), deve avaliar nos próximos dias a possibilidade de privatizar a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB). O chefe do Executivo quer um estudo detalhado da TCB para avaliar se vale a pena a privatização da empresa pública. Dentre as informações a serem aferidas, estão a viabilidade financeira e o potencial de venda.

Porém, o governo não descarta a possibilidade de utilizar a empresa, em outros empreendimentos do GDF, de modo a promover a redução de custos aos cofres públicos.

Situação essa cogitada, antes mesmo de o atual secretário de Estado de Educação, Rafael Parente, tomar posse. Parente defendeu a possibilidade de estudar a utilização dos ônibus da TCB para a realização de transporte de alunos das escolas públicas, que atualmente, aqueles que moram distante das unidades de ensino, são transportados por empresas contratadas.

Publicidade

Nesse contexto, para Ibaneis, a privatização será de fato implementada se a manutenção for inviável aos cofres públicos.