Servidores, supostamente da equipe de transição, visita em unidades de Saúde?

553


Print Friendly, PDF & Email

Secretário de saúde avisa que servidores não têm aval para tais incursões

Por Kleber Karpov

Na manhã desta quinta-feira (3/Jan), Política Distrital (PD) recebeu denúncia que servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), estão realizando visitas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e, à tarde, a visita deve acontecer no Hospital Regional de Ceilandia (HRC), sob a tutela de pertencerem a transição do governo. Porém, à partir da posse do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), e respectivos secretários de Estado, tal equipe, foi dissolvida.

“Tem umas pessoas andando pela regional de Ceilândia se apresentando como sendo da transição. Já foram na UPA e falaram que virão pro HRC de tarde. Estão entrando nas unidades de saúde, fazendo perguntas e o povo tá todo perdido. Pode ser alguém dando uma de esperto pra forçar espaço na gestão. Todo mundo está achando tudo muito esquisito.”, alertou o servidor, sob sigilo de identidade.

Ainda de acordo com o profissional de saúde, em um grupo de aplicativo Whatsapp, uma pessoa do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), “perguntou como faria pra justificar o ponto de quem está na transição de agora. Não existe mais transição, agora ou é nomeado pra algo ou não é.”, apontou o servidor.

Publicidade

O que diz a SES

Questionado por PD, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, foi entático ao afirmar que servidores, não têm aval de visitar unidades de saúde, sobretudo, em nome de equipe de transição. “Não há  aval.”, disse Okumoto.