Gondim é cotado para ser o número dois de Minas e Energia

231
Print Friendly, PDF & Email

Servidor de carreira tem mais de 30 anos de experiência em planejamento e gestão da administração pública

Por Paulo Fernando Seabra

O consultor de orçamento do Senado Federal, Fábio Gondim, é o mais cotado para assumir a Secretaria Executiva do Ministério de Minas e Energia (MME) a partir de 1º de janeiro no Governo do presidente Jair Bolsonaro. Seu nome agrada o futuro ministro almirante Bento Costa Lima durante uma reunião da equipe de transição.

Idealizador e criador do premiado SIGA Brasil, sistema que permite acesso amplo a base de dados sobre planos e orçamento público e dá transparência ao gasto público, Fábio Gondim chegou a ser secretário de estado de Administração, Fazenda e Gestão, Previdência Social, Casa Civil e Saúde. Como fruto de trabalho sério, posicionou o Maranhão no pódio como segundo estado da federação com o melhor equilíbrio fiscal, de acordo com informações do Tesouro Nacional.

Servidor de carreira respeitado há mais de 30 anos e de visão administrativa, Fábio Gondim criou as sete regiões administrativas da Saúde do Distrito Federal e foi um dos responsáveis por criar uma reforma administrativa que segregou funções na pasta. “Quem pede não compra, quem compra não recebe e quem recebe não paga” disse à época quando implantou um novo modelo de gestão para impedir o desvio de dinheiro público e que tem dado certo até os dias de hoje.

Publicidade

Em 2014, Fabio Gondim foi convidado a concorrer a deputado federal no Maranhão pelo PT, que à época era da mesma coligação do MDB e terminou na segunda suplência.

0

Comentário