‘Excluídos’ do debate da Band, Paulo Chagas e Alexandre Guerra utilizam força da internet

187
Print Friendly, PDF & Email

Antônio Albuquerque

Um novo formato inaugurou os debates no Distrito Federal. Considerados outsiders na política, dois candidatos ao Governo do Distrito Federal, o general Paulo Chagas e o empresário Alexandre Guerra, mobilizaram milhões de internautas na noite de quinta-feira, 16, no mesmo momento em que a TV Band Brasília exibia um debate entre oito candidatos também postulantes ao Buriti.

Os dois foram preteridos pela emissora que seguiu à risca a legislação. Seus partidos PRP (general Paulo Chagas) e o Novo (Alexandre Guerra), não contam com representantes na Câmara Federal e é facultativo às emissoras não convidá-los para os debates.

Publicidade

Imediatamente as coordenações das duas campanhas, em protesto, promoveram um debate paralelo pelas redes sociais, e o alcance, garantem assessores dos dois candidatos, foi acima do esperado, deixando a audiência da Band nesses meios infinitamente abaixo.

“Os dois têm grande penetração orgânica na internet e para nós é muito fácil multiplicar o alcance por meio de links com sites e páginas de grande alcance, como a de Bolsonaro (apoiador do general Paulo Chagas), Joice Hasselmann, Janaina Paschoal e outros.” – explica a coordenação da campanha do militar.

Transmitido pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube, o ‘debate dos excluídos’ chegou a 12 milhões de curtidas, segundo aferiram os profissionais, com 3,5 milhões de acessos sem impulsionamento pago.

Cerca de 15 minutos após entrar no ar, no mesmo horário do debate da Band que chegava ao estúdio em um monitor atrás dos debatedores, a audiência do debate paralelo bateu a audiência da emissora.

Na avaliação de especialistas, os candidatos optaram por um meio de comunicação atual, muito mais dinâmico e interativo. Embora o general tenha alcance nacional nas redes sociais, sua assessoria entende que pelos índices conquistados, um grande engajamento no Distrito Federal foi estabelecido nos diversos canais.

Os dois candidatos fizeram comentários sobre os temas discutidos no debate da Band, deixando claras suas posições, em uma dinâmica ininterrupta que durou quase duas horas. Ambos prometem mais para os próximos debates se permanecer o mesmo critério excludente pelas emissoras e já começam a julgar esse formato muito mais eficaz.

“Se a lei determina que é facultativo o convite e se as emissoras que não estão proibidas de nos convidar, mas julgam que os nossos nomes, que são os dois únicos que representam a renovação, devem ser excluídos, então paciência. Vamos chegar de lá de outra forma”, comentou o general Paulo Chagas. (Notibras)

Fonte: Notibrás

Artigo anteriorMPDFT divulga análise sobre execução orçamentária do GDF
Próximo artigoPéssima Gestão: Na capital do país, 90% das escolas precisam de reformas, diz TCDF